logo
/ Reproduçãção/NASA / Reproduçãção/NASA
Estilo de Vida 30/04/2021

NASA divulga sequência de fotos impressionante da Superlua captada desde o espaço

A sequência espetacular foi captada desde a Estação Espacial Internacional (EEI).

Por : Metro World News

A Agência Espacial Americana (NASA) divulgou uma sequência de fotos impressionante da Superlua, que ocorreu nesta semana, captada desde o espaço.

Como revelado, a sequência foi divulgada pela instituição, por meio de uma postagem no Twitter.

“A Superlua foi recentemente fotografada da estação. É uma visão espetacular do espaço, não importa em que fase a Lua esteja”, detalhou. 

Como revelado pela NASA, a sequência espetacular foi captada desde a Estação Espacial Internacional (EEI). Confira as fotos compartilhadas na rede social: 

Estação Espacial Internacional (EEI) – laboratório completamente concluído

De acordo com informações disponíveis na Wikipedia, a Estação Espacial Internacional (EEI) é um laboratório espacial completamente concluído.

Como consta no texto, a montagem em órbita começou em 1998 e terminou oficialmente em 8 de julho de 2011 na missão STS-135.

A estação encontra-se em uma órbita baixa de 408 x 418 km, que possibilita ser vista da Terra a olho nu.

Altíssima velocidade: a EEI viaja a uma velocidade média de 27 mil km/h, completando 15,70 órbitas por dia.

Superlua – fenômeno 

Ainda de acordo com as informações da NASA, o termo “Superlua” foi criado em 1979 e é frequentemente usado para descrever o que os astrônomos chamam de lua cheia perigeu.

O termo dá destaque ao alinhamento geométrico Sol-Terra-Lua e permite a ocorrência do perigeu em um período de tempo mais amplo (até cerca de duas semanas, que é quase metade da órbita da Lua).

Alguns perigeus lunares estão mais próximos do que outros. A forma da órbita da Lua muda com o tempo (graças à influência gravitacional do Sol e dos outros planetas). 

Como ocorre

Como detalhado pela Agência Brasil, como em qualquer outra lua cheia, o corpo celeste parece maior e mais brilhante quando aparece no horizonte.

Ainda que elas apareçam 14% maiores e 30% mais luminosas que as luas cheias comuns, são mais surpreendentes quando estão na linha do horizonte e não altas, no céu.

Isso acontece porque a órbita da lua não é um círculo perfeito, então em alguns pontos de sua órbita ela parece estar mais próxima do planeta Terra. “Quando a lua está em seu ponto mais distante isso é conhecido como apogeu e quando está mais perto é chamado de perigeu”, explica o cientista da Nasa Noah Petro.

Como informado pelo site, no perigeu, a lua está cerca de 48 mil quilômetros mais perto da Terra do que no apogeu.

Essa proximidade faz com que a lua pareça 14% maior e 30% mais brilhante do que uma lua cheia do apogeu. Por isso, a lua cheia do perigeu ficou conhecida como superlua.

NASA divulga sequência de fotos impressionante da Superlua captada desde o espaço
Reproduçãção/NASA

Texto com informações do portal NASA e da Agência Brasil

LEIA TAMBÉM: