5 mitos sobre o sono que você acredita desde criança

Por Camilla Viegas

Um estudo publicado na revista Sleep Health, da fundação norte-americana National Sleep Foundation descreveu as recomendações mais comuns e evidências científicas. "O sono é uma das coisas mais importantes que todos podemos fazer nesta noite para melhorar nossa saúde, nosso humor, nosso bem-estar e nossa longevidade", explica a pesquisadora Rebecca Robbins.

O resultado apurado pela equipe de pesquisadores da Universidade de Nova York vai te surpreender.

Assistir TV antes de dormir ajuda a relaxar
Com certeza você já ouviu alguém dizer: “Assiste televisão que você relaxa e dorme melhor”. A cientista Rebecca ressalta que essa prática é péssima para a qualidade do sono. Isso porque a luz da tela de televisores, celulares e tablets é azul, o que pode atrasar a produção do hormônio do sono, a melatonina.. Ela explica: "Geralmente, quando estamos assistindo à televisão, ao noticiário noturno, isso é algo que vai causar insônia ou estresse antes de dormir, quando estamos tentando desligar e relaxar".

Leia mais:

Beber antes de dormir
Pode ser que você tenha uma sensação de relaxamento ao consumir álcool mas, de acordo com a pesquisadora, isso é mito. "Isso (o álcool) pode ajudá-lo a dormir, mas reduz drasticamente a qualidade do seu descanso naquela noite", garante Robbins.

Isso acontece porque o álcool perturba o estágio de sono REM (movimento rápido dos olhos, na sigla em inglês), uma etapa importantíssima para a memória e o aprendizado. Então, o álcool pode dar a falsa impressão de que você vai dormir melhor, mas os benefícios do sono se perderão pelo caminho. Outra informação que o artigo se refere é sobre a função diurética do álcool, isso vai fazer você levantar no meio da noite para ir ao banheiro.

Ronco é inofensivo
Nem sempre! O ronco pode ser um sinal de apneia do sono, também chamada de Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS), uma doença crônica evolutiva que se caracteriza pela obstrução parcial ou total das vias respiratórias, que causa paradas repetidas e temporárias da respiração enquanto a pessoa dorme.

As pessoas que sofrem com apneia têm maior probabilidade de desenvolver pressão alta, batimentos cardíacos irregulares e até de sofrer um ataque cardíaco ou derrame. Cuidado!

Botão soneca do despertador
Quando o celular toca, o melhor é levantar-se. Podemos ter a falsa impressão de que alguns minutinhos a mais serão bons para o nosso sono, mas isso é mito. A pesquisadora explica: "Perceba que você estará um pouco grogue – todos nós estaremos – mas resista à tentação de soneca. Seu corpo vai voltar a dormir, mas será um sono muito leve e de baixa qualidade."
Em vez disso, o conselho é abrir as cortinas e se expor à luz mais brilhante possível.

Cinco horas de sono por dia são suficientes
"Nós temos evidências extensas para mostrar que dormir cinco horas ou menos de forma constante aumenta muito o risco de graves consequências à saúde", diz a pesquisadora Rebecca Robbins. Os estudos indicam que uma pessoa adulta precisa dormir de sete a oito horas por dia para diminuir os riscos de doenças cardiovasculares, como ataques e derrames. Além disso, dormir menos significa uma menor expectativa de vida.

Loading...
Revisa el siguiente artículo