Ataques disfarçados de aplicativos de ensino cresceram 60% apenas em 2020

Por Metro World News

O número de consumidores atacados por malware disfarçados de aplicativos de aprendizagem cresceu 60% no segundo semestre de 2020.

De acordo com levantamento global realizado pela Kaspersky, de julho a dezembro passados, mais de. 270 mil pessoas tiveram contato com arquivos maliciosos ao tentar baixar programas para aulas online em sites fraudulentos.

Nos seis meses anteriores, haviam sido 168 mil tentativas de ataques – o que representou, à época, aumento de mais de 20.000% comparado ao mesmo período de 2019.

“De acordo com a pesquisa, a isca mais popular foi, de longe, o Zoom. Isso não surpreende já que o programa se tornou uma das plataformas mais conhecidas para reuniões virtuais, com mais de 300 milhões de participantes em reuniões diárias”, detalhou.

Ainda de acordo com as informações, o segundo lugar ficou com o Moodle, seguido do Google Meet. A plataforma de videoconferências do Google foi a que mais cresceu no período.

Com informações da Kaspersky

LEIA TAMBÉM:

Loading...
Revisa el siguiente artículo