Seis tipos de suculentas para ter em casa fáceis de cuidar

Por Camilla Viegas

Os cuidados básicos de jardinagem fazem das suculentas as plantas mais recomendadas para quem não tem muito tempo, mas não abre mão de um verdinho em casa. Fáceis de cuidar, elas não requerem rega diária e nem conhecimentos amplos em jardinagem.

Como são plantas que acumulam água nas folhas, talos ou raízes, as suculentas são mais resistentes aos que não costumam lembrar de regar as plantas. Elas têm um visual único e são perfeitas para o home office ou sala de estar. Embora possam passar boa parte do dia no interior, as suculentas precisam de sol, preferencialmente o sol da manhã.

Confira seis espécies que você pode ter em casa sem ter muito trabalho.

Leia mais:

 

Colar de Pérola
É importante que ela receba luminosidade, não necessariamente o sol diretamente nela. A rega deve ser feita regularmente de forma abundante, mas só se deve regar quando se notar o substrato seco. Se desenvolve bem em substrato poroso e, como adubação, você pode usar pó de café ou casca de ovo.

Colher de prata
Exige sol pleno, substrato com boa drenagem e regas regulares. Suas folhas têm forma de colher, por isso ganhou esse nome, e gera flores vermelhas. A colher de prata prefere temperaturas mais quentes e, no inverno, regue somente quando ver que o substrato está seco. Nas outras estações do ano, a rega deve ser moderada.

Orelha-de-elefante
A cor dessa suculenta é definida conforme a sua exposição ao sol, pode ser verde claro, amarela ou avermelhada. Ela deve ser exposta a pleno sol ou a meia sombra, quanto mais exposta ao sol, mais vermelha ela ficará. A rega deve ser abundante, porém espaçada. Nada de regar todos os dias. Você só deve colocar água quando notar o substrato seco.

Fantasma
Tem esse nome por conta do pó branco fosco que se acumula em suas folhas, o que dá a ela um certo “clima fantasmagórico”. Ela deve ser exposta a pleno sol ou a meia sombra, quanto mais exposta ao sol, mais rosada ela ficará. Quando está a meia sombra ela ganha uma tonalidade azulada. O solo deve ser rico em matéria orgânica, por isso a adubação deve ser feita a cada verão e primavera, com adubos próprios para suculentas. A rega deve ser moderada e, no inverno, é recomendável a rega escassa.

Rabo-de-burro
Essa suculenta se difere um pouco de suas “irmãs”, porque precisa de rega periódica e abundante. É recomendável que você regue o solo até que saia água pelos furinhos do vaso. Deve ser colocada a pleno sol ou a meia sombra e a adubação deve ser feita com húmus de minhoca.

Rosa de pedra
Talvez a suculenta mais vista em jardins pelo Brasil. Ela parece uma rosa e deve ser mantida a meia sombra. É importante que ela receba sol diretamente, mas jamais durante todo o dia. A rega deve ser feita uma vez por semana e, no inverno, somente quando notar o substrato seco. A adubação pode ser feita de 4 em 4 meses com adubos próprios para suculentas.

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo