Leitura compartilhada: 5 benefícios para o desenvolvimento infantil

A prática de leitura entre pais e filhos é essencial para o desenvolvimento da linguagem

Por Érica Travain – Canguru News

A leitura compartilhada, também conhecida como colaborativa, representa o momento em que as crianças e seus pais (ou alunos e professores, na escola) leem juntos um texto e expõem suas ideias ou interpretações sobre o que foi lido. É uma maneira de incentivar as crianças a atribuírem sentido às palavras – para as mais novas, que ainda não leem de forma convencional, a prática serve de estímulo para observar comportamentos ou sentimentos dos personagens.

Para tanto, pais e professores têm papel importante nesse processo.“A qualidade das trocas entre crianças e adultos, durante a leitura compartilhada, é considerada essencial para o desenvolvimento da linguagem”, disse Peggy Alberts, professor de Língua e Alfabetização na Universidade Estadual da Georgia nos Estados Unidos, em reportagem para o jornal americano The New York Times. A seguir, conheça 5 vantagens para as crianças desse tipo de leitura.

LEIA TAMBÉM: Cantinho da leitura como fazer: confira 7 dicas imperdíveis

Saiba como a leitura para crianças pode beneficiá-las:

Peggy Alberts elencaa 5 principais benefícios, segundo pesquisas acadêmicas, que as crianças podem ter ao serem expostas ao mundo da literatura, seja na sala de aula ou dentro de casa. São eles:

1. Gramática e vocabulário: além da capacidade de se expressar, verbalmente ou não, os pequenos também desenvolvem a habilidade de ouvir e compreender a gramática. Posteriormente, fazem uso do vocabulário ou das regras aprendidas durante a leitura. Com o passar do tempo, materiais didáticos costumam trabalhar tempos verbais, acentuação e grafia utilizando frases extraídas de livros vistos pelas crianças.

2. Felicidade: ainda na década de 1980, o pesquisador britânico Don Holdaway demonstrou que as crianças consideravam o momento da leitura compartilhada como um dos mais felizes na escola, principalmente porque, na pesquisa, os professores liam os livros favoritos dos alunos. Assim, eles desenvolveram associações positivas e fortes com a linguagem falada e com o próprio livro físico.

3. Expressar-se de diferentes formas: ler livros ricos em vocabulário, com uma vasta variedade de palavras ou associações, proporciona às crianças a possibilidade de utilizar o mesmo vocábulo com diferentes sentidos. Essa é a base para entender muitas figuras de linguagem ao longo do desenvolvimento, como hipérbole, personificação, metáfora ou sinestesia.

4. Dramatização: as crianças compreendem a interpretação de uma história durante a leitura compartilhada. Nesse momento, entendem as características de cada personagem, o enredo e também como usar a linguagem de diferentes formas. Por isso, a entonação nas falas dos personagens é importante para ensiná-las a interpretar. Assim, compreendem inclusive quando uma pessoa está sendo irônica.

5. Entender conceitos complexos: a experiência da leitura pode ajudar os pequenos a entenderem conceitos mais complexos de outras disciplinas, como aritmética e geometria. A simples comparação de números (maior, menor ou igual) depende da capacidade da criança em caracterizar e interpretar os valores.

Sempre que possível, reserve um tempo do seu dia para ler com as crianças. Mesmo que brevemente, antes de dormir ou durante a brincadeira, a leitura compartilhada pode despertar a criatividade dos pequenos para outras brincadeiras e beneficiar o desenvolvimento infantil. Seja digital ou físico, comece com pequenas obras e avance conforme a criança acostumar com o novo hábito.

LEIA TAMBÉM: 5 livros interativos para incentivar o gosto pela leitura nas crianças

Loading...
Revisa el siguiente artículo