logo
 /
Entretenimento 29/10/2020

15 obras de autores brasileiros para celebrar o dia nacional do livro

Hoje, 29 de outubro, é celebrado no Brasil o Dia Nacional do Livro. A data foi criada em 1810 em comemoração à fundação da primeira biblioteca brasileira, a Real Biblioteca, no Rio de Janeiro, então capital do país.

Nesse dia, a Real Biblioteca Portuguesa foi transferida para o Brasil e tornou-se a Biblioteca Nacional. Porém, o acervo chegou ao Rio de Janeiro antes, em 1808. Além de livros, havia manuscritos, mapas, estampas, moedas e medalhas.

Dia Mundial do Livro – Segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), desde 1995, o Dia Mundial do Livro é celebrado no dia 23 de abril. A data comemorativa é simbólica e tem origem na história da literatura mundial. Foi no dia 23 de abril que morreram três grandes escritores: o inglês William Shakespeare, o espanhol Miguel de Cervantes e o peruano Inca Garcilaso de la Vega.

Dia do livro infantil – Monteiro Lobato, um dos mais importantes escritores brasileiros, nasceu no dia 18 de abril de 1882. Como forma de homenagem por ele ter escrito grandes obras da literatura infantil, o dia do seu aniversário transformou-se também no Dia do Livro Infantil.

Para celebrar o livro e a leitura, selecionamos 15 obras de autores brasileiros que todos devem ler e passar a indicação adiante. Confira:

1. Grande sertão: veredas, de Guimarães Rosa


Publicado originalmente em 1956, Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, revolucionou o cânone brasileiro e segue despertando o interesse de renovadas gerações de leitores. Compre a partir de R$ 67,90.

2. Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis


Escrito em 1880 em folhetins, este clássico da literatura brasileira é considerado o precursor do Realismo. Se você não cismar de sofrer com a língua que é diferente do português que a gente usa hoje em dia, vai se divertir a valer com essa história narrada por um personagem morto que, de seu túmulo, se dirige aos leitores para criticar a sociedade da época. Compre a partir de R$ 34,90.

3. Memorial de Aires, de Machado de Assis


É o último romance de Machado de Assis e revela o escritor na posse de seus recursos estilísticos mais maduros. Publicado no mesmo ano de sua morte, 1908, está organizado como uma série de entradas em um diário e, como Memórias Póstumas de Brás Cubas, não tem um enredo único, mas compõe-se de vários episódios e anedotas que se inter permeiam. Compre a partir de R$ 27,67.

4. São Bernardo, de Graciliano Ramos


Defrontado consigo mesmo e suas lembranças, no declínio de um atribulado percurso de vida, Paulo Honório, que chegara a ser um poderoso fazendeiro do sertão alagoano, conta a sua história. Compre a partir de R$ 39,90.

5. Estrela da vida inteira, de Manuel Bandeira


Estrela da Vida Inteira é um dos mais importantes registros literários do escritor pernambucano Manuel Bandeira. Modernista, de literatura simplista, utilizou desse projeto para a expressão da vida boêmia e cotidiana. Compre a partir de R$ 49,00.

6. O encontro marcado, de Fernando Sabino


Esta é a história de um jovem em desesperada procura de si mesmo e da verdadeira razão de sua vida. Quase absorvido por uma brilhante boêmia intelectual, seu drama interior evolui subterraneamente, expondo os equívocos fundamentais que vinham frustrando sua existência e sufocando sua vocação. Compre a partir de R$ 34,89.

7.Educação pela pedra, de João Cabral de Melo Neto

Entre os anos de 1960 e 1966, João Cabral de Melo Neto publica poemas que, hoje, são considerados vitais em sua produção literária. Em 1961, ele lança o volume Terceira feira, que reúne três de seus livros: “Quaderna”, publicado pela primeira vez em Lisboa, em 1960, Dois parlamentos, editado em Madri, em 1961, e o até então inédito Serial, composto de 16 poemas. Compre a partir de R$ 37,74.

8. Os sertões, de Euclides da Cunha


Publicado pela primeira vez em 1902, “Os sertões” de Euclides da Cunha é um retrato do Brasil da época. A obra trata da Guerra de Canudos que aconteceu no interior da Bahia. O autor, que era correspondente do jornal O Estado de São Paulo, presenciou parte dos acontecimentos na região e os descreveu de forma fiel. Compre a partir de R$ 41,90.

9. As meninas, de Lygia Fagundes Telles


Num pensionato de freiras paulistano, em 1973, três jovens universitárias começam sua vida adulta de maneiras bem diversas. A burguesa Lorena, filha de família quatrocentona, nutre veleidades artísticas e literárias. Namora um homem casado, mas permanece virgem. A drogada Ana Clara, linda como uma modelo, divide-se entre o noivo rico e o amante traficante. Lia, por fim, milita num grupo da esquerda armada e sofre pelo namorado preso. Compre a partir de R$ 31,69.

10. O Pica-pau Amarelo, de Monteiro Lobato


Monteiro Lobato deu a este livro o nome do espaço em que surgiu a literatura infantil brasileira. Nesta obra, o autor antecipou recursos literários que seriam explorados depois por outros livros, e também pelo cinema, reunindo figuras de diferentes universos e desafiando as regras da ficção em nome da criação de uma obra memorável. Compre a partir de R$ 44,20.

11. Mar Morto, de Jorge Amado


Escrito em 1936, quando o autor tinha apenas 24 anos, Mar morto conta as histórias da beira do cais da Bahia, como diz Jorge Amado na frase que abre o livro. E a frase é uma verdadeira carta de intenções. Nenhum outro livro sintetizou tão bem o mundo pulsante do cais de Salvador, com a rica mitologia que gira em torno de Iemanjá, a rainha do mar. Compre a partir de R$ 37,00.

12. Quarto de despejo, de Carolina Maria de Jesus


O diário da catadora de papel Carolina Maria de Jesus deu origem à este livro, que relata o cotidiano triste e cruel da vida na favela. A linguagem simples, mas contundente, comove o leitor pelo realismo e pelo olhar sensível na hora de contar o que viu, viveu e sentiu nos anos em que morou na comunidade do Canindé, em São Paulo, com três filhos. Compre a partir de R$ 47,80.

13. A casa dos desejos, de Maurício Sita


Começa com um amor arrebatador. Martin se surpreende com sua iniciação sexual. Sabia que nenhum dos seus amigos tinha a felicidade de ter uma namorada como Manu, que desejava sexo tanto ou mais que ele. Tinha certeza de que casaria com ela. O livro contém histórias de amor e sexo, e de pessoas que despontaram no mundo dos negócios, com inesperadas reviravoltas. Compre a partir de R$ 24,81.

14. Distraído, de Eduardo Ferrari


O pequeno Bernardo, o mesmo das aventuras do livro “Elétrico”, retorna na continuação “Distraído”. Ele ainda se veste de suas fantasias, principalmente de seus heróis imaginários, e vive histórias engraçadas e desafiadoras. Nosso personagem não é um menino que usa objetos engraçados na cabeça porque é sapeca ou maluquinho”. O tempo desses estereótipos passou. Aqui, a abordagem é diferente porque o menino com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é mostrado como um herói. Compre a partir de R$ 34,22.

15. Pluft, o fantasminha, de Maria Clara Machado


Pluft é um fantasminha tímido que tem medo das pessoas, até que um dia ele conhece Maribel e ajuda a menina a se salvar. Originalmente escrita como peça teatral, Pluft ganhou versão em prosa da própria autora. Esta edição é ilustrada por Graça Lima. Compre a partir de R$ 24,70.

*Seja um assinante Amazon Prime: você terá frete grátis ilimitado e ainda poderá usufruir do canal de entretenimento que disponibiliza filmes, séries, músicas e muito mais por apenas R$ 9,90 ao mês. Faça o teste gratuitamente por 30 dias.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

 

O Metro World News pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página. Os preços informados e a quantidade disponível condizem com os do momento da publicação deste post.