logo
/ REUTERS/Dado Ruvic/Illustration / REUTERS/Dado Ruvic/Illustration
Estilo de Vida 22/10/2020

Utilizando perfil falso do WhatsApp, criminoso se passa por deputada e solicita transferência bancária

Com mais de 2 bilhões de usuários em todo o mundo, o aplicativo de mensagens WhatsApp se tornou alvo constante de cibercriminosos.

E são muitos os tipos de golpes aplicados por meio da popular plataforma, e todos estamos suscetíveis, como foi o caso da deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL).

Utilizando um perfil falso do app, um criminoso se passou pela parlamentar (com informações idênticas) e solicitou depósitos (transferência bancária) a terceiros.

A situação se trata de uma nova modalidade de golpe, por meio do app de mensagens, que continua fazendo vítimas.

Aparentemente não houve a clonagem do aplicativo. E sim, a criação de um perfil falso, conforme relato compartilhado nesta quinta-feira (22).

O alerta foi divulgado no Twitter: “Importante : Estão utilizando minha foto e meu nome para aplicar um golpe via WhatsApp. Tentando se passar por mim, pedem uma transferência bancária urgente”.

“Não depositem nada. Já estamos tomando as medidas cabíveis. Peço que ajudem a espalhar esse aviso. Dep. Sâmia Bomfim”. Confira postagem:

LEIA TAMBÉM: