logo
/ Getty Images / Getty Images
Estilo de Vida 21/10/2020

Coronavírus: cientistas filipinos dizem que óleo de coco pode combatê-lo

Após uma série de pesquisas nas Filipinas, estudiosos descobriram que o óleo de coco contribui para a destruição do coronavírus. De acordo com o portal Nueva Mujer, o Conselho Das Filipinas de Pesquisa e Desenvolvimento em Saúde (PCHRD) estudou os efeitos do óleo de coco no covid-19 durante meses na fase experimental, e os ensaios clínicos com 56 pacientes já começaram.

 

Leia também

 

“Os resultados são muito promissores, pois não só mostram que o óleo de coco, por si só, pode destruir o vírus, mas também pode ser um mecanismo fundamental para regular a resposta imune contra o covid-19”, disse Jaime Montoya, diretor do PCHRD.

A pesquisa, financiada pelo Departamento de Ciência e Tecnologia das Filipinas, argumenta que os compostos virgens de óleo de coco reduzem a carga viral de coronavírus em 60% a 90%. Também ajuda a fortalecer a sobrevivência celular, o que significa que ajuda a fortalecer a resposta do sistema imunológico.

 

Carência de testes

No entanto, a PCHRD alertou que mais experimentos são necessários para determinar se uma maior concentração de compostos de óleo de coco pode reduzir ainda mais a taxa de replicação do vírus.

O secretário de Ciência das Filipinas, Fortunato de la Peña, disse na segunda-feira (19), em uma entrevista a uma rádio local, que a primeira análise do óleo de coco virgem como um possível agente antiviral poderia estar disponível até a segunda semana de novembro.

Enquanto isso, em ensaios clínicos com 56 pacientes no Hospital Laguna, de la Peña esclareceu que bons resultados foram alcançados, mas que esses foram pacientes com sintomas leves de covid-19.