Gestantes e bebês devem ter cuidados durante o inverno; veja dicas

Ginecologista e obstetra Renato de Oliveira orienta sobre cuidados que gestantes e bebês devem ter durante estação mais fria do ano

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

Em muitas partes do Brasil, o inverno traz um clima frio e seco, o que faz com que apareçam doenças típicas da estação, como gripes e resfriados. Doenças respiratórias, como bronquite e asma, também podem acabar sendo agravadas. Por isso é importante ter cuidados durante a estação, principalmente para grupos mais sensíveis, como gestantes e bebês. Alem de doenças respiratórias, grávidas têm o risco de pré-eclâmpsia, por exemplo, enquanto bebês podem ter problemas com o ressecamento da pele. 

Leia também – Pesquisadoras discutem como reduzir riscos à saúde mental de gestantes e puérperas

Renato de Oliveira, ginecologista e obstetra da Criogênesis, orienta como gestantes e bebês podem se cuidar durante a estação mais fria do ano para que não fiquem vulneráveis às doenças comuns da estação e a outros problemas de saúde. Renato afirma que, para as grávidas, o inverno é uma estação bem mais agradável. “Especialmente as que estão em reta final de gestação, uma vez que auxilia na redução dos inchaços, maior facilidade na hora de dormir, entre outros benefícios”, diz. Mas, de qualquer forma, elas precisam se cuidar. 

Os cuidados que estão sendo tomados durante a pandemia para combater o novo coronavírus também valem para evitar outros vírus que comumente causam doenças no inverno, tanto para os bebês como para as gestantes: higienizar corretamente as mãos, com água e sabão ou álcool em gel, higienizar bem os ambientes, manter a vacinação em dia, evitar aglomerações e abrir portas e janelas para manter ambientes ventilados. 

Leia também – O que a ciência diz sobre os riscos para as crianças na reabertura das escolas

Segundo Renato, por causa do risco de pré-eclâmpsia, doença que pode levar a complicações na saúde da gestante e do bebê que ela carrega, é importante ficar atento à pressão arterial das grávidas. O médico ainda lembra que antigripais são totalmente contraindicados para gestantes. “Em casos de mal-estar, o mais recomendado é que ela se dirija a unidade de saúde mais próxima, para que seja feita uma avaliação e posteriormente a indicação do melhor tratamento”, recomenda.

Quanto aos bebês, Renato orienta que os banhos devem ser rápidos e com a água em torno de 37°C para evitar choque térmico. Para prevenir o ressecamento da pele, é importante que todos os resíduos de sabonete sejam retirados. Ele aconselha atenção ao colocar roupas quentes no bebê: bodies de malha macia e camadas são boas sugestões, mas não se deve aquecer demais o pequeno. Se ele ficar vermelho ou transpirar, é preciso retirar algumas peças e medir sua temperatura após 30 minutos. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis!

Loading...
Revisa el siguiente artículo