Estilo de Vida

5 dicas de organização para você que tomou coragem para arrumar o armário

Se finalmente tomou coragem e resolveu organizar o armário nessa quarentena, estes são alguns pontos-chave que vão te ajudar

O mundo consome cerca de 80 bilhões de novas peças de roupa a cada ano, segundo o documentário “The True Cost” (O Verdadeiro Custo, em português), de 2016. Mais além da impressionante cifra, pensando na sua própria economia, por que não aproveitar que está de bobeira, dar uma olhada no que tem parado e, desta maneira, ressignificar? Finalmente encare aquele armário caótico, com roupas que poderiam muito bem ter uma segunda oportunidade.

Falamos com Elisa Ferrer, do site de compra e venda de roupas usadas Closeando, da Colômbia, sobre como classificar de maneira simples suas peças para dar a elas um novo significado e uma sobrevida.

1 – De verdade, vai usar isso?

Temos roupas não somente porque gostamos como fica quando colocamos. Também por recordação, um presente ou porque vamos usar quando perder alguns quilinhos… e permanecem assim, esquecidas eternamente, tirando espaço no armário. Diante disso, Elisa recomenda repensar por que nunca temos “nada” para vestir. “Ao redor de 80% do armário de uma mulher não volta a ser utilizado. Então, você deve organizar sua roupa e pensar em quanto a usou, porque deixamos de lado peças por serem recordação, mas poderíamos dar uma segunda vida a elas”, afirma.

2 – Separe

Ferrer é enfática ao dizer que se deve separar as roupas por ocasião, ainda que seja recomendado também pelo material e seu nível de delicadeza. Em cada categoria, é preciso pensar na frequência de uso de cada uma. “Dependendo dela, você dá o valor às peças e a segunda oportunidade”, afirma. Claro, porque um par de sapatos velhos não é o mesmo, por exemplo, que uma bolsa comprada durante uma viagem, que outras pessoas não podem achar em outro lugar ou na internet.

3 – Não ocupe espaço por nada

Se há peças que definitivamente você só usará por uma ocasião ou temporada, como a roupa de verão ou um vestido de gala, não é necessário mantê-las no armário. Você pode encaixotar tudo ou colocar em sacos herméticos, de tal maneira que somente estejam à vista as peças de que mais gosta de usar e pode combinar com frequência.

4 – Aproveite o espaço

“Os cabides devem estar iguais [para o mesmo lado] e também, nas gavetas, tudo deve ser aproveitado horizontalmente para poder ver as peças que usamos”, enfatiza Elisa. Desta maneira, não temos que fazer todo um desastre na hora de buscar nossas peças favoritas. Também existem organizadores de sapatos e cabides para usar o armário em seu espaço vertical. Além disso, é recomendável ter os acessórios especiais e delicados na parte de cima, cobertos com plástico, assim como organizadores, dependendo do espaço.

5 – Mantenha assim, por favor

Não tem sentido deixar nada em ordem, se em duas semanas o armário estará uma bagunça.Por isso você deve entender, segundo o método escolhido e as ferramentas (desde divisores a separar por cor e material), que peça vai aonde. Também é preciso dar uma olhada no armário trimestral ou semestralmente para saber quais peças deixaram de te representar e, de novo, limpar e doar roupas que merecem uma segunda chance.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos