A impressionante montanha mística registrada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA

Por Wellington Botelho

Uma impressionante montanha mística, registrada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, mostra uma atividade caótica no topo de um pilar de gás e poeira com três anos-luz de altura que está sendo consumido pela luz brilhante de estrelas brilhantes próximas.

Conforme revelado pela agência espacial, o pilar também está sendo atacado por dentro, enquanto estrelas disparam jatos de gás que podem ser vistos fluindo de altos picos.

“Este pináculo cósmico turbulento fica dentro de um viveiro estelar tempestuoso chamado Nebulosa Carina, localizado a 7.500 anos-luz de distância na constelação do sul Carina”.

Radiação abrasadora e ventos velozes (fluxos de partículas carregadas) de estrelas recém-nascidas super-quentes na nebulosa estão moldando e comprimindo o pilar, causando novas estrelas.

"Flâmulas de gás ionizado em altas temperaturas podem ser vistas fluindo das cordilheiras da estrutura, e véus finos de gás e poeira, iluminados pela luz das estrelas, flutuam em torno de seus altos picos”, explicou.

Aninhado dentro desta densa montanha estão estrelas incipientes. Longas serpentinas de gás podem ser vistas disparando em direções opostas do pedestal na parte superior da imagem. Um segundo par de jatos é visível em outro pico próximo ao centro da imagem.

Esses jatos são as indicações para o nascimento de uma nova estrela. Os jatos são lançados por discos giratórios em torno das estrelas jovens, que permitem que o material se acumule lentamente nas superfícies das estrelas. O arquivo, registrado em 2010, foi compartilhado recentemente pela NASA no Twittter. Confira:

Com informações da NASA

LEIA TAMBÉM:

Loading...
Revisa el siguiente artículo