Estas são as dicas da OMS para enfrentar as consequências psicológicas do coronavírus

Por Nathalia Marques

A Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com as consequências psicológicas do coronavírus. “As incertezas provocadas pelo covid-19, os riscos de contaminação e a obrigação de isolamento social podem agravar ou gerar problemas mentais”, afirma a OMS.

Diante disso, a organização divulgou, na última terça-feira (18), um guia com os principais cuidados psicológicos e mentais que a população deve colocar em prática para lidar com a pandemia.

Veja quais são as recomendações da OMS:

Reduza o contato com notícias que gerem ansiedade 

A OMS explica que a população deve buscar informação apenas de fontes fidedignas e dê passos práticos para preparar seus planos, proteger-se e a sua família.“Procure informações e atualizações uma ou duas vezes ao dia evitando o “bombardeio desnecessário” de informações. A enxurrada de notícias sobre um surto pode levar qualquer pessoa à preocupação.

Projeta a si próprio e apoie os outros 

“A assistência a outros em seu momento de carência pode ajudar a quem recebe o apoio como a quem dá o auxílio. Um exemplo: telefone a seus vizinhos ou pessoas em sua comunidade que precisam de assistência extra. Atuando juntos como uma comunidade pode ajudara criar solidariedade e a enfrentar o covid-19 em união”, explica a OMS.

Ajude as crianças a expressarem, de forma positiva, seus medos 

O guia explica que cada criança tem sua própria maneira de expressar seus sentimentos. Por isso, “algumas vezes, a atividade criativa, jogos e desenhos podem ajudar. As crianças se sentem melhor e mais aliviadas quando podem comunicar os sentimentos num ambiente de apoio”.

Ofereça apoio emocional aos idosos em isolamento

“Idosos, especialmente em isolamento social e aqueles com problemas cognitivos como demência podem se tornar ansiosos, estressados, com raiva, agitados e distanciados durante a quarentena. Ofereça a eles apoio emocional por meio de redes familiares ou de agentes de saúde”.

Aprenda exercícios físicos simples para fazer em casa

A OMS recomenda que todos os dias durante o isolamento e a quarentena as pessoas façam exercícios em casa para não reduzir a mobilidade. Fique em contato e mantenha sua rede de amigos e conhecidos

“Ainda que isolado tente ao máximo manter sua rotina e crie novas. Se as autoridades de saúde recomendaram distância física para conter o surto, você pode manter a proximidade digital com e-mails, redes sociais, telefone, teleconferências etc”.

Esteja atento a seus sentimentos e demandas internas

É recomendado que as pessoas se envolvam com atividades saudáveis e aproveite para relaxar. “O exercício constante, o sono regular e uma dieta balanceada ajudam. Mantenha tudo em perspectiva. Os agentes de saúde em todos os países estão atuando para que os mais afetados pela pandemia recebam assistência e cuidados”, enfatiza a OMS.

Loading...
Revisa el siguiente artículo