Estilo de Vida

Brasileiro consome doces e refrigerantes em excesso, mostra estudo

Quando se trata de alimentação, os jovens brasileiros trocam a fruta pelo refrigerante: entre os alimentos mais consumidos pelo grupo, a bebida fica em sexto lugar enquanto as frutas não aparecem (veja quadro ao lado).

As informações são da pesquisa Erica (Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes), feita pelo Ministério da Saúde e a UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), divulgada nesta quinta-feira. O estudo ouviu adolescentes entre 12 e 17 anos de 1.247 escolas, distribuídas em 124 municípios.

Os doces aparecem logo depois, com 39,3% de adesão. Ao mesmo tempo em que os jovens privilegiam bebidas açucaradas, parte deles também mantêm hábitos não recomendados por nutricionistas.

Confira na íntegra
Incentivo à alimentação saudável
Guia da alimentação saudável

Não somente durante as refeições, mas 39,6% também consomem petiscos em frente à televisão “sempre ou quase sempre”.

O estudo mostrou ainda que um em cada quatro adolescentes apresentam problemas com a balança: 17,1% têm sobrepeso e 8,4% são obesos.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, assinou nesta quinta-feira também, uma portaria que define as Diretrizes para Promoção da Alimentação Adequada e Saudável nas unidades da pasta em todo o país. Ficam proibidos alimentos industrializados ultraprocessados com excesso de açúcar, gordura e sódio e prontos para o consumo.

Eles não estão sozinhos

Os adolescentes não são os únicos com hábitos alimentares que deixam a desejar. Um em cada cinco brasileiros adultos que vivem nas capitais brasileiras consomem refrigerante ou sucos artificiais todos os dias.

Mas ao contrário dos jovens, quando se trata das frutas, a notícia é mais positiva: 37,6% da população adulta consome frutas regularmente – esse índice era 29,9% em 2010. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos