logo
Estilo de Vida
Estilo de Vida 29/04/2015

Estar preparado é fundamental para o primeiro emprego

Há setores com boa quantidade de vagas | Image Source/Folhapress

Saber se portar na entrevista e ter bons conhecimentos gerais são diferenciais num processo seletivo | Image Source/Folhapress

Pode vir mais cedo para uns, mais tarde para outros, mas inevitavelmente um desafio bate à porta de todos os jovens: a hora de conquistar o primeiro emprego. Com ou sem crise, esse momento, em geral, costuma provocar medo, ansiedade e outros sentimentos que podem tornar a tarefa ainda mais espinhosa.

Se for o seu caso, em vez de se desesperar, a dica de especialistas é: esteja preparado. Um bom desempenho durante uma entrevista, amparado por um bom nível de conhecimentos gerais, pode ser decisivo no caminho da sonhada vaga. Outro toque importante é: anime-se porque apesar da economia desaquecida, há setores no mercado com uma quantidade considerável de vagas. Uma delas pode ser sua.

Mercado
Em geral, as empresas com  mais oportunidades são as franquias, que demandam  uma quantidade expressiva de mão de obra. Entre elas,  Cinemark, C&A, Centauro e McDonald’s. Essa última, por exemplo, é o primeiro emprego de 80% de seus funcionários e também disponibiliza bolsa de estudos para aqueles que se destacarem: um diploma Senac de técnico de Qualidade e Serviço para atendentes com 80% de aproveitamento no treinamento. Uma opção para quem procura conciliar o trabalho ao estudo.

Entrevista
Para conseguir o tão almejado primeiro emprego é pre ciso mandar bem na entrevista. Isso não é tão difícil quanto parece. De acordo com Renato Mendes, consultor de carreiras da Job1, tudo depende do candidato, de seus conhecimentos gerais, comportamento e proatividade. “É importante que tenha conhecimento de informática e um outro idioma”, detalha.

Treinamento
Um dos problemas enfrentados por funcionários com pouca experiência é a falta de um treinamento quando contratado. Segundo Mendes, um bom preparo no início é fundamental para que ambos saiam no lucro: a empresa e o empregado. “Uma recepção motivacional, que oriente sobre normas e procedimentos, feito por profissionais com mais experiência na empresa é o mais indicado.”

No primeiro estágio, a estudante Anne Hofmann conta que não recebeu nenhum preparo. “Todos os dias ficava com medo de fazer a coisa errada.”

Untitled-2