logo
Estilo de Vida
Estilo de Vida 03/04/2015

Cão se deita ao lado de suspeitos durante abordagem policial

Cachorro também ficou em posição de revista | Divulgação/Polícia Militar

Cachorro também ficou em posição de revista | Divulgação/Polícia Militar

Uma cena inusitada chamou a atenção durante abordagem policial em Florianópolis, Santa Catarina. Em meio aos suspeitos rendidos havia um cachorro.

O animal estava deitado com a barriga para cima e as patinhas encolhidas, como se também estivesse em situação suspeita e pronto para ser revistado pelos policiais.

Segundo a polícia, os homens são suspeitos de fazer parte do PGC, uma facção criminosa semelhante ao PCC de São Paulo. Um deles estava foragido do sistema prisional há dois anos e outro foi preso por tráfico de drogas. Na casa onde eles estavam foram encontradas também armas e dinheiro.

A operação era realizadas pelas polícias Militar e Civil e teve o apoio de agentes do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) e do Cope (Coordenadoria de Operações Policiais Especiais).