Copa do Brasil: Quatro melhores lutam por prêmios milionários

Por Publimetro

Com R$ 7 milhões no bolso pela vaga na semifinal da Copa do Brasil, os quatro melhores agora lutam pela decisão, sabendo que o campeão fatura R$ 54 milhões e, o vice, R$ 22 milhões. Partidas acontecem nos dias 23 e 30 de dezembro; decisão é só em fevereiro.

Maluco beleza

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Sebrae Outubro

Se alguém fosse apostar dinheiro lá no início da competição, dificilmente colocaria o América-MG entre os quatro melhores. Diriam que seria maluquice. Mas, bom, talvez Lisca fosse um desses. O Lisca Doido, como é conhecido o técnico do Coelho, já conseguiu colocar o time na sua melhor posição no torneio até hoje. Deixou para trás Corinthians, nas oitavas, e Inter, nas quartas. Agora, contra o Palmeiras na semi, quem seria capaz de duvidar?

Queridão, ó, pá!

Uma das missões mais difíceis do futebol talvez seja agradar a torcida do Palmeiras. Mas o recém-chegado Abel Ferreira tem conseguido. O português, invicto até aqui, viu o Verdão entrar no torneio já nas oitavas por ingressar da Libertadores e passar por Bragantino e Ceará com relativa tranquilidade. Apesar do surto de covid-19, o gajo tem visto nomes como Raphael Veiga brilharem. Terá que manter a pegada até dezembro, quando encara o Coelho, para seguir na busca pela quarta taça.

Senhor Eficiência

O Grêmio começou mal depois da retomada do futebol, tanto que até flertou de leve com a zona de rebaixamento no Brasileirão. Renato Gaúcho foi bastante questionado pelos lados do Sul. Só que o polêmico treinador, mais uma vez, tem conseguido dar a volta por cima e já reagiu no nacional. Na Copa do Brasil, torneio que o Imortal tem cinco títulos –  um a menos que o recordista Cruzeiro –, as vítimas até aqui foram Juventude e Cuiabá. Contra o São Paulo, porém, o buraco será mais embaixo.

Dinizismo

Fernando Diniz cansou de viver uma montanha-russa no comando do São Paulo. Mas agora, em especial depois da classificação contra o Flamengo – antes, havia eliminado o Fortaleza –, o ponteiro estabilizou na barrinha de apoio. Até mesmo a queda no Paulistão pelo Mirassol ficou no passado. Candidato também ao título Brasileiro, o Tricolor terá que superar mais uma pedreira duríssima, o Grêmio em ascensão, para ver mais próxima uma taça que ainda não tem na sua extensa coleção.

Loading...
Revisa el siguiente artículo