logo
Heinze está sem clube desde que deixou o Vélez, em março / Getty Images
Esporte 27/10/2020

Novo técnico: Palmeiras conversa com argentino Gabriel Heinze após falha em negociações

Desde o último dia 14, quando demitiu Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras tem treinado bastante o seu portunhol, já que o clube está determinado a contratar um treinador estrangeiro. Mas as conversas que andou tendo com os profissionais escolhidos até aqui não foram muito bem sucedidas.

O espanhol Miguel Ángel Ramirez (Independiente del Valle), e os argentinos Sebastián Beccacece (Racing) e Ariel Holan (Universidad Católica) já responderam um “no, gracias” às investidas alviverdes.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

A demora e a indefinição  faz também com que diversos outros nomes sejam especulados para possivelmente assumir o Verdão, como aconteceu, por exemplo, com Guillermo Barros Schelotto, ex-Boca Juniors, Quique Setién, ex-Barcelona, e Daniel Garnero, ex-Olimpia.

A diretoria do Palmeiras pretendia anunciar um novo treinador no começo desta semana, mas diante das negativas, já admite que pode demorar um pouco mais.

Tem um nome, porém, que surge como o “plano D” da cúpula alviverde: o do argentino Gabriel Heinze. Desempregado, o ex-técnico do Vélez Sarsfield é o mais cotado para assumir a equipe neste momento e tem apoio em massa da torcida palmeirense.

Tanto que, na quinta-feira na semana passada, “El Gringo” foi parar no 1º lugar nos trending topics do Twitter Brasil sob a hashtag #HeinzenoPalmeiras.

O técnico de 42 anos é conhecido na Argentina por sua personalidade forte, já bastante visível nos tempos em que era zagueiro e lateral-esquerdo – ele defendeu gigantes como Real Madrid, PSG, Roma e Manchester United, além de disputar duas Copas do Mundo.

Adepto das ideias de seu compatriota Marcelo Bielsa, Heinze também preza pela posse de bola, o famoso “amor por el balón”. Além disso, seus times costumam fazer a marcação alta para sufocar e trabalhar o jogo de posição, com muita movimentação para gerar espaço na defesa adversária.

Enquanto o Palmeiras não acerta com seu “hispano hablante”, Andrey Lopes, que faz parte da comissão fixa do clube, permanece no cargo de maneira interina.