Esporte

Ex-jogador do Nacional de Rolândia é suspeito de matar presidente do clube

José Danilson Alves de Oliveira, 58 anos, presidente de honra do Nacional de Rolândia, clube paranaense, morreu na noite de quarta-feira (16) após ser esfaqueado. O suspeito do crime é o jogador Vinícius Corsini, 28, ex-integrante do time, atualmente na Segunda Divisão.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Segundo a Polícia Civil, Corsini abordou Danilson, houve uma discussão e, em seguida, o jogador esfaqueou o presidente de honra do Nacional de Rolândia.

Corsini teria tentado fugir, mas foi contido por testemunhas até a chegada da polícia. Ele está preso.

Danilson foi socorrido e levado para o Hospital do Coração, em Londrina. Ele chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu. Ele era sargento aposentado da Polícia Militar, além de ter sido vice-prefeito da cidade entre 2013 e 2017.

Luto

A Prefeitura de Rolândia decretou luto oficial na cidade.

«O município perdeu hoje um de seus ícones na política e no esporte. Danilson era presidente de honra do Nacional Atlético Clube, time de futebol mais longevo do norte do estado, que é o atual campeão da Taça Federação Paranaense de Futebol e que disputará um campeonato brasileiro após 20 anos de espera. Ele deixa um legado de amizade, respeito, admiração e muito trabalho por Rolândia».

 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos