Esporte

Governo do Rio e Odebrecht vão assinar distrato do Maracanã

A novela sobre o Maracanã continua. Pouco utilizado e preterido pelos clubes cariocas, agora ele poderá ficar sem dono. O Governo do Rio de Janeiro e a construtora Odebrecht devem assinar nos próximos dias o distrato de concessão do estádio.

O processo já ocorre há meses e o rompimento formal, com toda a documentação, já está definido. A partir disso, o governo do estado deve estabelecer uma data limite para nova licitação. Porém, caso o poder público não cumpra o prazo estipulado, a construtora poderá entregar as chaves do Maracanã e simplesmente ir embora, deixando o estádio ainda mais às moscas.

Por conta dos problemas burocráticos do estádio, os clubes cariocas pouco o usaram em 2017 e a própria Seleção Brasileira não jogou no Maraca durante toda a Eliminatória para a Copa da Rússia. Existe a expectativa que o Brasil volta a atuar no campo sagrado antes do Mundial, em um amistoso, mas isso vai depender do andamento das resoluções sobre quem vai cuidar do gigante.

O estádio vem sendo alvo  de investigações por conta de suas obras. Em março desse ano o Tribunal de Contas do Rio concluiu que as mudanças para a Copa de 2014 tiveram superfaturamento de mais de R$ 200 milhões. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos