Esporte

Construção de arquibancada provisória no Independência revolta América-MG

A relação entre a antiga BWA – agora LuArenas – e o América está cada vez mais conturbada. Desta vez, a construção de uma arquibancada provisória para aumentar a capacidade de público para a partida do Atlético, no dia 13, contra o Sport Boys, pela Libertadores, deixou os americanos revoltados. Isso porque a concessionária teria que pedir uma autorização formal ao América, que é o proprietário do estádio.

A situação é bastante complexa, já que o América cedeu o uso do Independência por 28 anos ao Governo de Minas. No entanto, o Estado firmou um contrato com a antiga BWA, vencedora da licitação em 2011 que, um ano depois, fechou uma parceria comercial com o Atlético.

A estrutura está sendo montada ao lado dos vestiários e terá capacidade para para 5 mil torcedores. Por meio de nota, o América criticou a LuArenas. “O concessionário insiste em descumprir as cláusulas do contrato de concessão que assinou com o Estado, refletindo e causando prejuízos ao América e, agora, lesando também o Estado, impondo-se imediata e drástica atitude por parte do Ministério Público Estadual e da Advocacia Geral do Estado, que não podem se omitir diante da irresponsável conduta do concessionário, atualmente um inadimplente contumaz”. 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos