Esporte

Kazim promete raça e diz que tem a cara do Corinthians

O Corinthians apresentou nesta quinta-feira o atacante inglês naturalizado turco Colin Kazim, que defendeu o Coritiba no último Campeonato Brasileiro. Com um jeito peculiar de falar, alternando entre português e inglês, o jogador de 30 anos não escondeu a alegria por chegar ao novo clube e prometeu muita disposição dentro de campo.

“Meu objetivo é ajudar o Corinthians. Ele é o melhor clube do América. Eu vim aqui porque é meu sonho jogar em um grande time como o Corinthians. Eu luto muito em campo e tenho característica de jogador do Corinthians. Eu jogo com raça o tempo todo. Eu tinha proposta para China, Dubai, mas eu falei que queria jogar aqui. Ganhar um título com o Corinthians seria muito bom”, afirmou.

Leia mais:
Palmeiras fecha elenco para a temporada após troca com Cruzeiro
Corinthians pode envolver Lucca para ficar com Pottker

Bem-humorado, Kazim se mostrou à vontade na entrevista e também falou sobre admiração que tem por Ronaldo Fenômeno, que defendeu o clube entre 2009 e 2011.

“Jogar no time que o Ronaldo jogou é muito bom. Eu nasci em uma região pobre de Londres e nunca imaginei jogar no Corinthians, nem em sonho. Agora é jogar. Meu pai adora o futebol brasileiro. Ele tem 49 anos e gosta de Zico, Romário e Ronaldo Fenômeno”, afirmou.

Chamado pelo próprio clube de “gringo da favela” desde a assinatura do contrato, o jogador admitiu as origens humildes e disse que o apelido é normal para ele.

“Favela é uma coisa única no Brasil. Mas eu conheço os problemas, tive amigos presos, cidade ruim, família pobre e meu pai trabalhava em três trabalhos. Eu dei sorte de ser um jogador. Para mim, ser um gringo da favela, é normal. É para mim, para minha família, para a torcida do Corinthians. Jogo futebol há 13 anos. E antes disso eu não tinha comida, chuteira e tênis. Trabalhei forte. Eu quero jogar aqui, gosto do time. É o gringo da favela”, brincou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos