Esporte

Cássio se esquiva sobre permanência no Timão: ‘ninguém sabe’

Aos 15 minutos do primeiro tempo contra a Chapecoense, Walter sentiu dores e deixou o campo da Arena neste sábado. Foi a chance de Cássio, relegado ao banco de reservas por Oswaldo de Oliveira, mostrar serviço com a camisa do Corinthians. Ou quase isso: o jogo, truncado, terminou empatado por 1 a 1 e os arqueiros pouco fizeram. Após a partida, Cássio não escapou das perguntas dos jornalistas sobre seu futuro – se fica ou deixa o Corinthians. Fala-se em sondagens até do rival São Paulo. O goleiro se esquivou das polêmicas, mas deixou 2017 em aberto, mesmo com contrato de três anos.

“Não posso pensar lá na frente. A gente pensava que teria o time todo (do Corinthians), e quantos saíram? Estou focado em trabalhar até dezembro, e ano que vem ninguém sabe o que vai acontecer”, declarou Cássio.
Leia também:
Palmeiras ainda sobra nas chances de título; veja os números
Lula decide não votar como forma de protesto

O goleiro negou estar incomodado com a reserva, mesmo ressaltando que todo jogador deseja ser titular, e disse que acha normal que as especulações sobre uma possível saída do Corinthians apareçam. Mas promete pensar bem antes de tomar uma decisão.

“Por todo carinho que tenho pelo Corinthians, se tiver uma proposta, como já teve outras vezes, vou pensar duas vezes, porque tenho um ambiente de trabalho muito bom. Conversei com o meu empresário sobre isso. Se aparecer (proposta), só depois do campeonato”, garantiu o arqueiro, que negou, veementemente, ter problemas de relacionamento com Walter e o preparador de goleiros Mauri Lima, a quem teria feito críticas este ano.

“Não tenho problemas como ninguém. Ouvi muitas cosias, que tenho problemas com o Walter ou com o Mauri. O Walter, pelo amor de Deus, é um dos melhores amigos que tenho no Corinthians. O Alessandro (Nunes, gerente de futebol) comentou que é até difícil ter amizade entre dois jogadores que disputam posição. Fico um pouco chateado. Houve boatos maldosos. Mas futebol é assim”, disse.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos