Esporte

Após derrota, são-paulinos entram em confronto com a PM

Torcedores do São Paulo entraram em conflito com a Polícia Militar após a derrota por 2 a 0 para o Atlético Nacional (COL), no Morumbi, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores. Pelo menos nove são-paulinos acabaram detidos.

A confusão ocorreu na madrugada desta quinta-feira, na praça Roberto Gomes Pedrosa, que fica em frente ao estádio. Torcedores da organizada Independente trocaram agressões com policiais. Bombas e garrafas também foram utilizadas no confronto, que durou cerca de 30 minutos.

Leia mais:
São Paulo perde para o Nacional e se complica na Libertadores

Veja imagens do conflito, registradas pelo repórter Lucas Ventura

Algumas pessoas desmaiaram durante o confronto e foram levadas para os hospitais da região do Morumbi. A briga teria começado depois que alguns torcedores tentaram invadir o vestiário da arbitragem, irritados com a expulsão do zagueiro Maicon. A confusão se espalhou pelas ruas. Ambulantes e «torcedores comuns» também foram agredidos e até roubados pelos organizados.

De acordo com o Tenente Capitão Gonzaga, doze policiais ficaram feridos. Nove torcedores foram detidos e levados para a delegacia.

«A verdade é que a gente constatou pelas imagens que torcedores da organizada Independente que estavam do lado de fora do estádio começaram a jogar garrafas nos torcedores que estavam saindo. A partir desse momento eles começam a agredir, furtar e roubar os torcedores comuns. E aí começou a confusão. Teve início no portão 6 e depois dispersou», disse Gonzaga.

Capitão Gonzaga fez balanço da ação da Polícia | Lucas Ventura/Band

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos