Esporte

Maicon questiona expulsão na derrota para o Nacional, mas admite erro

O zagueiro Maicon admitiu que errou após ser expulso na derrota do São Paulo por 2 a 0 para o Atlético Nacional, nesta quarta-feira, no Morumbi, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores.

Contratado junto ao Porto após uma longa novela, o zagueiro ganhou status de ídolo da torcida, mas decepcionou no jogo decisivo. Em um lance polêmico, ele empurrou o rosto de Borja quando o placar ainda estava 0 a 0, levou o cartão vermelho e deu início ao domínio dos colombianos no fim do jogo.

«Não foi nenhuma agressão para ter me advertido com cartão vermelho, apenas coloquei a mão na cabeça, não sei se empurrei ou não. É claro que como capitão tenho que dar exemplo, dar uma segurada, mas no calor de jogo, na pressa, acabamos tomando algumas atitudes. Assumo a responsabilidade pelo meu erro, por ter desapontado meus companheiros», disse.

Leia mais:
Após derrota, são-paulinos entram em confronto com a PM
São Paulo perde para o Nacional e se complica na Libertadores

«Não vou abaixar a cabeça, vou trabalhar ainda mais. Investimento não foi para Libertadores, foi por quatro anos», completou.

Com o resultado, o Tricolor vai precisar de uma vitória de preferência por 3 gols de diferença na próxima semana, em Medellín, para avançar à decisão da Libertadores. Triunfos com 2 gols de vantagem como 3 a 1 e 4 a 2 também classificam o Tricolor.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos