Esporte

Dirigente do Barcelona confirma a saída de Daniel Alves do clube

Realmente chegou ao fim a caminhada de Daniel Alves no Barcelona. Depois de oito anos na Catalunha, ele não ficará para a próxima temporada. A confirmação veio através de Robert Fernández, secretário técnico do clube.

“Dani tem sido um jogador extraordinário, com uma condição fantástica. Sua renovação chegou a plena sanção da Fifa. Não podíamos contratar jogadores. Naquele momento, sua renovação era lógica e normal. Ele fez uma temporada muito boa, como todas as outras desde que chegou. Dani decidiu ir embora. Nos disse e aceitamos”, explicou.

Fernández se defendeu de algumas criticas que o Barcelona sofreu por deixar que o lateral-direito deixasse o clube de graça e lembrou que nem sempre o clube sai ganhando em uma negociação.

Veja também:
Política pode motivar protestos de atletas, mas há ameaça de punição
Pela terceira vez consecutiva, brasileiros estão na final da NBA

“Não somos uma equipe de comprar e vender jogadores. O caso de Dani precisa ser bem explicado. Seu contrato se encerrava na temporada passada e o clube não podia inscrever novos jogadores. Dani havia terminado bem a temporada e nós decidimos fazer sua renovação. Ele queria por mais um ano e depois sair livre. Em uma negociação, é bom recordar, nem sempre o clube sai ganhando”.

O cartola sinalizou que o Barcelona não deve ir atrás de um substituto para Daniel Alves e deverá usar o que tem no elenco. Entre as opções, estão Aleix Vidal, Sergi Roberto e Douglas, que Fernández quer ver em campo.

“Quero que jogue. Se aqui não pode, vamos achar uma solução. E já disse, creio que é o melhor para ele e para o clube”.

Apesar da saída de D. Alves, o clube conta com a chegada de Denis Suárez, do Villarreal, e se mostrou confiante sobre a permanência de jogadores como Mascherano, Neymar e Adriano. Além disso, desmentiu contato com Marquinhos, do PSG, e confirmou que o clube tentou tirar Nolito do Celta, fracassou, mas não descartou que o negócio ainda possa virar realidade.

No Barcelona desde 2008, Daniel Alves se despede da equipe com 391 jogos e impressionantes 23 títulos: seis Campeonatos Espanhóis, quatro Copas da Espanha, três Ligas dos Campeões, quatro Supercopa da Espanha, três Supercopa da Europa e três Mundiais de Clubes da Fifa, marca que o faz ser um dos jogadores mais vitoriosos da história.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos