Esporte

Justiça Federal decide bloquear jatinho, iate e imóveis de Neymar

Se os zagueiros adversários parecem não achar maneira de parar Neymar em campo, que brilha jogo após jogo com a camisa do Barcelona, fora dele o craque tem sofrido marcação mais cerrada e eficiente por parte da Justiça. Depois de bloquear R$ 192 milhões da conta do brasileiro na semana passada, a Justiça Federal do Brasil emitiu uma série de ofícios para bloquear residências, o jatinho e o iate que pertencem à família do jogador.

Os ofícios foram emitidos pela 7ª Vara de Santos foram e encaminhados a cartórios de registros de propriedades em Santos, Guarujá, Praia Grande, São Vicente, São Paulo e Itapema-SC. Também houve comunicados oficiais à Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), por conta do avião, um Embraer Phenom 100E, e à Capitania dos Portos Paulista, pelo iate. Assim, os bens seguem sendo do jogador, mas ele não pode fazer negociações.

A série de bloqueios foram ocasionados pelo requerimento da Procuradoria da Fazenda Nacional, que acusa Neymar e os pais de terem deixado de pagar R$ 63 milhões ao fisco de impostos referentes a 2011, 2012 e 2013. Entre as supostas ilegalidades apontadas no processo, está a omissão de rendimentos de vínculo empregatício com o Barcelona e rendimentos com publicidade no exterior.

O valor chegou a R$ 188 milhões – R$ 192 milhões, agora, corrigidos – porque houve multa de 150% sobre o total devido para a Receita. A multa é aplicada quando há suspeita de dolo, fraude e simulação de operações para tentar enganar o Fisco.

Neymar e seus advogados negam que tenham agido de má-fé.

Além dos bens bloqueados, Neymar também é alvo do Ministério Público Federal, que entrou com uma ação no início do mês acusando o atacante e o pai de falsidade ideológica e sonegação fiscal. A denúncia foi rejeitada pelo juiz Mateus Castelo Branco Firmino da Silva, da 5ª Vara Federal em Santos, mas o Ministério Público recorreu.

A vida do brasileiro com a Justiça espanhola também não está fácil. Jogador e pai já prestaram depoimento em Madri no começo do mês.  Os dois são acusados de corrupção entre particulares na negociação entre Santos, atleta e Barcelona em 2013, em que o então presidente do clube, Sandro Rosell, e o atual, Josep Maria Bartomeu, também são réus.

Bola rolando

Depois da parada de quase dois meses, a Liga dos Campeões está de volta para os jogos de ida das oitavas de final, com duas partidas, ambas às 17h45 (de Brasília).

O destaque é para o confronto entre Paris Saint-Germain e Chelsea, no Parque dos príncipes. O time da casa, dos brasileiros Thiago Silva e David Luiz, terá que parar o time inglês de Hazard. O belga, aliás, causou polêmica ontem. Na véspera do confronto, ele disse que será difícil dizer não aos franceses se receber uma proposta – ele tem sido colocado como alvo de interesse do PSG. A declaração, claro, não caiu bem com dirigentes e torcedores do time londrino.

O outro duelo da tarde é entre Benfinca e Zenit, em Portugal.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos