Esporte

Promessa do Palmeiras, Dudu passou de contratação disputada a vilão

Dudu começou o ano como a contratação mais badalada do futebol paulista. Após um desempenho bom com o Grêmio em 2014, o atacante despertou o interesse de Corinthians e São Paulo. Mas foi o Palmeiras quem entrou na disputa, pagou cerca de R$ 10 milhões por 50% dos direitos e acertou com o jogador de 22 anos, que veio do Dínamo de Kiev. Só que, depois de falhas nas duas finais do Paulista, a promessa chega ao meio do ano como vilão.

O atacante não demorou a cair no gosto do técnico Oswaldo de Oliveira, que logo o colocou como titular absoluto do Palmeiras. Habilidoso, o camisa 7 passou a ser o dono do lado esquerdo ofensivo do Verdão. Em 2015, Dudu esteve em 17 dos 21 jogos oficiais do alviverde, marcando quatro gols.

Com estilo driblador e provocador, Dudu constantemente irrita os adversários. Na partida contra o São Paulo, por exemplo, o atacante provocou a expulsão do zagueiro Rafael Toloi, que o atingiu com um chute longo no início da vitória por 3 a 0 no Allianz Parque.

Tudo ia bem até a decisão do Campeonato Paulista. Após converter a quinta penalidade na disputa contra o Corinthians na semifinal, Dudu voltou a ter uma oportunidade na ida da decisão contra o Santos.

O momento não poderia ser melhor para o Palmeiras: com 1 a 0 de vantagem, o clube acabara de ficar em vantagem numérica com a expulsão de Paulo Ricardo. Bastava o atacante converter para o Verdão ir à Vila Belmiro com dois gols de folga. Dudu partiu devagar, fez paradinha e mandou por cima do gol – praticamente um replay do pênalti desperdiçado pelo jogador contra o Penapolense, pela sexta rodada do torneio.

Dudu voltou a aprontar na finalíssima, na casa dos Santos. Com o Palmeiras perdendo por 2 a 0, o atacante se enroscou com Geuvânio dentro da área antes de cobrança de falta. O árbitro Guilherme Ceretta de Lima viu agressão no lance e deu o cartão vermelho direto para os dois. O santista deixou o campo cabisbaixo, mas o palmeirense ficou indignado, partiu para cima do juiz e o empurrou. O Verdão ainda reagiu na partida e descontou, mas acabou derrotado nos pênaltis depois do 2 a 1 no tempo normal.

Em 2016, quando o Palmeiras tentar conquistar o título estadual que bateu na trave neste ano, é provável que faça boa parte da campanha sem Dudu, já que o atacante deve ser denunciado pela agressão ao árbitro.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos