logo
Esporte
Esporte 30/04/2015

Ceará volta a vencer o Bahia e conquista a Copa do Nordeste

Jarbas Oliveira/Folhapress

Ceará comemora vitória da Copa do Nordeste | Jarbas Oliveira/Folhapress

Em um Castelão completamente lotado, o Ceará voltou a vencer o Bahia, desta vez por 2 a 1, nesta quarta-feira, e conquistou o título da Copa do Nordeste. De quebra, garantiu uma vaga na Copa Sul-Americana. Os gols alvinegros foram anotados pelos zagueiros Charles e Gilvan. Maxi Biancucchi descontou para os visitantes.

Na primeira partida, disputada na Arena Fonte Nova, o Vozão triunfou por 1 a 0.

O encontro foi intenso antes mesmo de a bola rolar. Isso porque a delegação do Tricolor se atrasou para chegar ao local. Por isso, a partida começou com 18 minutos de atraso.

Precisando do resultado positivo, o Bahia foi ao ataque logo aos três minutos. Rômulo cobrou falta direta para o gol e Luis Carlos fez grande defesa.

Contando com o apoio do torcedor, o Ceará passou a marcar a saída de bola do adversário e teve a primeira chance aos oito, com Fernandinho. Mas Jean ficou com ela.

O Bahia respondeu no minuto seguinte, novamente com Rômulo, que fez o cruzamento e Souza cabeceou. A bola ia entrando, mas Ricardinho salvou em cima da linha.

Lá é cá. Logo depois, Magno Alves recebeu bom lançamento e finalizou de primeira. Jean fez a defesa em dois tempos. Aos 12, Kieza puxou contra-ataque pela esquerda, se livrou da marcação e chutou colocado. A bola passou perto do gol.

Atuando em casa, o Ceará abriu o placar aos 15. Ricardinho apareceu pelo lado direito e cruzou na medida para Charles. O zagueiro subiu e cabeceou para o fundo das redes. O resultado encaminhava o título, já que o primeiro jogo também foi 1 a 0.

Com o marcador a seu favor, o Vozão passou a apostar nos contragolpes, enquanto o Bahia não conseguia responder. Com isso, a etapa inicial terminou mesmo com vitória do clube cearense.

O Bahia retornou com uma substituição: Zé Roberto no lugar de Rômulo. Mesmo assim foi o Ceará que seguiu mandando no jogo. Logo aos quatro, Ricardinho aproveitou erro de Pittoni e finalizou. A bola explodiu na trave de Jean.

No entanto, dois minutos depois o Vozão ampliou. Ricardinho cobrou falta na primeira trave, o zagueiro Gilvan se antecipou e cabeceou para o fundo das redes.

O Bahia ensaiou uma reação aos 21 e 24, primeiro com Bruno Paulista em cobrança de falta e depois com Kieza, após lançamento. Ambas não foram para o gol.

O Ceará teve a oportunidade de fazer o terceiro aos 38 minutos. Marcos Aurélio recebeu de frente para o gol, sem marcação, e finalizou para fora.

No final do jogo, ainda deu tempo de o Bahia fazer o seu gol de honra. Luis Carlos errou na saída de bola e Maxi Biancucchi tocou por cima do goleiro para anotar o tento. Mas não dava mais tempo para nada. O título da Copa do Nordeste foi mesmo para os cearenses pela primeira vez na história.