logo
Esporte
Esporte 22/04/2015

São Paulo encara Corinthians com a missão de vencer para seguir vivo na Libertadores

Aniel Vorley/AGIF/Folhapress e Rodrigo Coca/Fotoarena/Folhapress

Aniel Vorley/AGIF/Folhapress e Rodrigo Coca/Fotoarena/Folhapress

Quando o apito final soar no Morumbi, o São Paulo saberá se vai disputar as oitavas de final da Taça Libertadores. Antes mesmo da bola começar a rolar, às 22h, o Corinthians já tem essa certeza. Esse é o clima para o Majestoso desta quarta-feira, que coloca frente a frente realidades bem distintas.

Do lado tricolor, o jogo vale a vida. Mesmo com a possibilidade de avançar mesmo em caso de derrota (veja quadro no fim do texto), o time comandado Milton Cruz sonha em resolver a parada com suas próprias forças.

Mas o problema é justamente esse. O time do Morumbi não tem mostrado força, especialmente diante dos rivais – em 2015, foram 4 derrotas (2 delas para o próprio Corinthians) e 1 empate.

O time não tem mostrado poder de reação, as principais estrelas da equipe não tem brilhado e, para piorar o cenário, Alexandre Pato não pode jogar por força do contrato.

“Precisamos mudar a postura, ser mais aguerridos. O Corinthians vem jogando melhor, já está classificado e tem como objetivo eliminar seu rival”, analisou Rogério Ceni, goleiro tricolor.

Para isso, mudanças na equipe titular devem acontecer. Embora não tenha dado pistas do time titular, o técnico interino Milton Cruz deve promover a entrada de Luis Fabiano no comando de ataque, mantendo Centurión como opção no banco.

Do lado corintiano, as pernas estarão mais leves. Sem pressão para se classificar, o Timão também seus motivos para querer a vitória: pode despachar o  rival e melhorar sua classificação. “Essa coisa de eliminar o São Paulo é brincadeira sadia de torcedor. Nós pensamos na nossa equipe”, resumiu o técnico alvinegro Tite, que já anunciou a equipe para o jogo.

Captura de Tela 2015-04-21 às 21.17.29

Untitled-1

Captura de Tela 2015-04-21 às 21.21.42