logo
Esporte
Esporte 22/04/2015

Na raça, Atlético-MG bate o Colo-Colo e consegue a classificação

Pratto marcou o primeiro do Atlético-MG | Washington Alves/Reuters

Pratto marcou o primeiro do Atlético-MG | Washington Alves/Reuters

Foi sofrido, do jeito que a torcida atleticana se acostumou na Libertadores. Mas mesmo após desperdiçar um pênalti, o Atlético-MG conseguiu fazer 2 a 0 no Colo-Colo, e superar os chilenos na tabela do Grupo 1, garantindo a segunda colocação e a classificação para a próxima fase.

Com a força da torcida, o Galo, que precisa vencer por dois gols de diferença, foi para cima do Colo-Colo. A blitz no começo da partida foi intensa e o Colo-Colo parecia perdido em campo. Os chilenos não viam a cor da bola.

O primeiro gol saiu aos 18 minutos, com o artilheiro Lucas Pratto. O argentino recebeu na área para chutar cruzado e fazer a festa da massa atleticana. Pouco depois, a chuva apertou em Belo Horizonte, dificultando a vida do Atlético em sua missão de marcar mais um gol.

Mas junto com o segundo tempo, a chuva deu uma acalmada, e o Galo partiu em busca de sua missão. O Colo-Colo resolveu se postar na defesa, já que o resultado o classificava. Aos 21 minutos veio a grande chance mineira. Luan caiu dentro da área e o juiz marcou pênalti, que Guilherme, xodó da torcida, mandou na trave.

O atacante ainda recebeu o apoio da torcida, que continuou apoiando o time em busca do segundo gol. O tempo passava e os chilenos pareciam satisfeitos, mas não contavam com Rafael Carioca, que aos 34 minutos acertou um petardo de fora da área. No ângulo. Golaço da classificação.

Só então o Colo-Colo resolveu tentar atacara, mas já era tarde, e ainda proporcionou um contra-ataque para o Galo que Danilo Pires acabou perdendo o gol na cara do goleiro. Mas bastava. Atlético nas oitavas.