logo
Esporte
Esporte 20/04/2015

Allianz Parque e Vila Belmiro são confirmadas para a final do Paulistão

A Federação Paulista de Futebol (FPF) confirmou os mandos de campo da decisão do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Santos.

O primeiro jogo será disputado no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque. Já o confronto da volta foi confirmado para a Vila Belmiro, no dia 3 de maio, também às 16h.

Como as partidas das finais têm o mando da federação, existia a expectativa de que o duelo da volta pudesse ocorrer no Pacaembu pela maior capacidade do estádio, mas o Peixe jogará mesmo em sua casa.

Apesar da melhor campanha nas fases somadas, a única vantagem do Santos é de jogar a segunda partida diante da torcida. Em caso de dois resultados iguais, a decisão do campeão será na disputa de pênaltis.

Torcida palmeirense danifica 877 cadeiras do Itaquerão

Na súmula da partida entre Corinthians e Palmeiras, que o Verdão venceu nos pênaltis e garantiu uma vaga na final do Paulistão, o árbitro Thiago Duarte Peixoto relatou alguns atos de vandalismo por parte das torcidas.

“Informo que ao término da partida a torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras arremessou um tênis e um assento no campo de jogo e vários assentos na torcida do Sport Club Corinthians, que arremessou de volta para a torcida da Sociedade Esportiva Palmeiras. A torcida do Corinthians lançou também um tênis em direção aos jogadores do Palmeiras no momento em que os mesmos comemoravam em frente à torcida”, relatou Thiago.

A quantidade de cadeiras quebradas foi confirmada para o ‘Esporte Notícia’, da Rádio Bandeirantes. Segundo Lúcio Blanco, gerente de operações da Arena Corinthians, 877 cadeiras foram danificadas, entre assentos e encostos.

Nos últimos confrontos entre as equipes, no Palestra Itália e em Itaquera, cadeiras também foram danificadas. Nas ocasiões, o clube rival não foi cobrado, mas a situação mudou.

“Isso é vandalismo, é uma coisa absurda. Infelizmente, o ser humano é cada dia mais escroto. Pior que quebrar é ficar jogando a cadeira para o outro lado. Temos um acordo com o Palmeiras, se destruíram aqui eles pagam e se danificarmos lá, nós pagamos”, disse Andrés Sanchez.

Com a vitória, o Palmeiras avançou para a final do Campeonato Paulista e disputará o título com o Santos, que venceu o São Paulo por 2 a 1.