logo
Esporte
Esporte 15/04/2015

Santos vence o Londrina novamente e avança na Copa do Brasil

Elano comemora o gol da vitória do Santos | Ivan Storti/Santos FC

Elano comemora o gol da vitória do Santos | Ivan Storti/Santos FC

O Santos repetiu o placar do jogo de ida, venceu o Londrina por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, e se classificou à segunda fase da Copa do Brasil. É o triunfo de nº 3000 do clube paulista em toda sua história. O único gol da partida foi anotado por Elano, na etapa final.

Agora, o Peixe enfrenta outro clube paranaense, o Maringá, ainda sem data definida.

A partida no Martins Pereira começou com bastante domínio do clube paulista, que, no entanto, pecava na troca de passes. Aos 25, o Peixe chegou em bola parada. Lucas Lima cobrou escanteio da esquerda, Paulo Ricardo subiu mais alto que a defesa adversária e cabeceou para fora.

O Londrina respondeu aos 31. Arthur invadiu a grande área e chutou para o meio da pequena área. Vladimir espalmou, e ninguém aproveitou o rebote.

Em uma partida de poucas jogavas e com poucas chances de gol, bastava as equipes apostarem nas bolas paradas. E foi desta forma que os paranaenses quase abriram o placar. Após escanteio do lado direito, a bola desviou em Marquinhos Gabriel e foi na trave.

A exemplo da etapa inicial, o segundo tempo foi de pouco futebol. Mas o Santos conseguiu fazer o seu gol logo aos três minutos. Lucas Lima cobrou escanteio da esquerda e Elano, sozinho dentro da grande área, cabeceou para o fundo das redes adversárias.

O Peixe chegou novamente aos 13 minutos. Marquinhos Gabriel aproveitou erro de Kanu e finalizou para o gol. A bola desviou em Gabriel e passou perto do gol de Vitor.

Novamente o Santos chegou com perigo aos 27. Lucas Lima ajeitou para Geuvânio, que chutou rasteiro. Vitor fez a defesa, evitou o segundo gol dos paulistas e confirmou a vitória adversária por 1 a 0.

Botafogo assusta torcida, mas passa pelo xará

O Botafogo está classificado para a próxima fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira O Glorioso recebeu o xará paraibano e conseguiu vencer por 4 a 2, mas não sem deixar sua torcida bastante apreensiva durante boa parte da partida.

O clube carioca até que começou bem a partida e conseguiu abrir o marcador aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, Jobson desviou e Bill ficou livre para tocar para o gol, o goleiro ainda defendeu a primeira tentativa, mas nada pôde fazer na segunda.

O clube paraibano melhorou após sofrer o gol, e chegou com perigo algumas vezes ao gol de Renan, que trabalhou bem quando exigido. Aos 33 minutos, Tomas completou cruzamento de Willian Arão para ampliar.

Quando o resultado aprecia estar tranquilo, o Botafogo resolveu começar a deixar sua torcida preocupada. No último lance da primeira etapa, o xará paraibano descontou com Gustavo, em bela cobrança de falta.

O segundo tempo, o Botafogo parou de jogar e deixou o rival melhorar muito no jogo. O time da Paraíba chegava com perigo, enquanto o carioca parecia desorganizado. Quando os visitantes eram melhor, Willian Arão fez o terceiro em bela jogada de Rodrigo Pimpão.

Mas o resultado não trouxe tranquilidade, e aos 34 o Botafogo-PB voltou a marcar. Carleto falhou, Gustavo aproveitou e cruzou para Airton fazer de voleio. Com o empate por 2 a 2 no jogo de ida, faltava apenas um gol para o Botafogo menos conhecido superar o primo mais famoso, mas o gol não veio.

Ao contrário, Sassá ainda conseguiu marcar o quarto e carimbar a vaga do Glorioso. Apesar do resultado, a torcida que foi ao estádio Nilton Santos não perdoou e reclamou bastante da postura dos jogadores, principalmente no segundo tempo.