logo
Esporte
Esporte 12/04/2015

Hamilton vence GP da China em dobradinha da Mercedes

Depois de ser surpreendida pela Ferrari de Sebastian Vettel na Malásia, a Mercedes reencontrou o caminho da vitória no Grande Prêmio da China, com mais um triunfo do atual campeão Lewis Hamilton na frente do companheiro de equipe Nico Rosberg, neste domingo, dia 12, em Xangai.

Vettel completou o pódio, na frente do outro piloto da escuderia italiana, o finlandês Kimi Raikkonnen, numa corrida em que ambos os brasileiros pontuaram.

Felipe Massa, da Williams, terminou em quinto, enquanto seu ‘xará’ Nasr, da Sauber, ficou em oitavo, confirmando o ótimo início para sua primeira temporada na F1, depois do quinto lugar na estreia, na Austrália.

Esta foi a 41ª vitória da carreira de Hamilton, a segunda da temporada e a quarta no circuito de Xangai, um dos seus preferidos, onde já tinha triunfado em 2008, 2011 e 2014.

Depois de conquistar sua terceira pole position em três provas neste ano, o inglês se manteve na frente de ponta à ponta, não deixando nenhuma chance a Rosberg, que parece condenado à posição de vice eterno, depois de brigar pelo título até a última corrida de 2014.
Safety car no final

Hamilton teve um fim de semana dos sonhos, já que, além de conseguir a vitória e a pole, fez a melhor volta da corrida (1:42.208), completando o chamado ‘Grand Slam’, como se diz no jargão da F1, e ainda conseguiu os melhores tempos de todos os três treinos livres.

Ele se isolou na liderança do campeonato, com 68 pontos, 13 de vantagem sobre Vettel e 17 sobre Rosberg. Massa é o quarto, com 30.

O inglês foi ovacionado pela numerosa torcida britânica presente na China quando cruzou a linha de chegada pela 56ª e última vez, com muitas bandeiras do seu país saudando sua vitória junto com a bandeira quadriculada.

Raikkonnen fez uma ótima largada, deixando as Williams de Massa (5º) e do compatriota Valterri Bottas (6º) para trás para pular da sexta para a quarta posição, que manteve até o fim, logo atrás de Vettel, que terminou no pódio todas as três corridas que disputou com a Ferrari.

O último GP tinha sido eletrizante, com Vettel dando uma aula de estratégia aos pilotos da escuderia alemã, mas corrida deste domingo foi morna, praticamente sem surpresas e sem emoção nas últimas voltas, já que terminou com o safety car na pista, para remover a Toro Rosso do jovem holandês Max Verstappen.

Nasr, que largou em nono, ganhou uma posição e teve o mérito de terminar à frente do companheiro de equipe da Sauber, o sueco Marcus Ericsson, que ficou em décimo.

Resultado do GP da China:

1. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 305,066 km em 1h39:42.008

(velocidade média: 183,590 km/h)

2. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) a 0.714

3. Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) a 2.988

4. Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari) a 3.835

5. Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) a 8.544

6. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) a 9.885

7. Romain Grosjean (FRA/Lotus-Mercedes) a 19.008

8. Felipe Nasr (BRA/Sauber-Ferrari) a 22.625

9. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull-Renault) a 32.117

10. Marcus Ericsson (SUE/Sauber-Ferrari) a 1 volta

11. Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) a 1 volta

12. Fernando Alonso (ESP/McLaren-Honda) a 1 volta

13. Jenson Button (GBR/McLaren-Honda) a 1 volta

14. Carlos Sainz Jr (ESP/Toro Rosso-Renault) a 2 voltas

15. Will Stevens (GBR/Marussia-Ferrari) a 2 voltas

16. Roberto Merhi (ESP/Marussia-Ferrari) a 2 voltas

17. Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault) a 4 voltas

Melhor volta: Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:42.208 na 31ª volta  (velocidade média: 191,997 km/h)

Abandonos:

Nico Hülkenberg (ALE/Force India-Mercedes): problema mecânico na 10ª volta

Daniil Kvyat (RUS/Red Bull-Renault): problema de motor na 16ª volta

Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Mercedes): problema com freios 50ª volta

Max Verstappen (HOL/Toro Rosso-Renault): problema de motor na 53ª volta (entrou na classificação oficial)

Classificação do Mundial de pilotos:

1. Lewis Hamilton (GBR) 68 pts

2. Sebastian Vettel (ALE) 55

3. Nico Rosberg (ALE) 51

4. Felipe Massa (BRA) 30

5. Kimi Räikkönen (FIN) 24

6. Valtteri Bottas (FIN) 18

7. Felipe Nasr (BRA) 14

8. Daniel Ricciardo (AUS) 11

9. Romain Grosjean (FRA) 6

10. Nico Hülkenberg (ALE) 6

11. Max Verstappen (HOL) 6

12. Carlos Sainz Jr (ESP) 6

13. Marcus Ericsson (SUE) 5

14. Daniil Kvyat (RUS) 2

15. Sergio Pérez (MEX) 1

Classificação do Mundial de construtores:

1. Mercedes-AMG 119 pts

2. Ferrari 79

3. Williams 48

4. Sauber 19

5. Red Bull 13

6. Toro Rosso 12

7. Force India 7

8. Lotus 6