logo
Esporte
Esporte 02/04/2015

Muricy Ramalho só deixa o São Paulo se quiser, diz Aidar

Muricy aprovou atuação do São Paulo contra o San Lorenzo | Marcos Brindicci/Reuters

Muricy aprovou atuação do São Paulo contra o San Lorenzo | Marcos Brindicci/Reuters

O presidente Carlos Miguel Aidar voltou a confirmar a sua intenção de que Muricy Ramalho permaneça no São Paulo, mesmo após a derrota para o San Lorenzo por 1 a 0 na Argentina.

“Esse assunto precisa ser tratado com mais tempo. O Muricy tem contrato conosco até o final do ano, e nós queremos que ele cumpra. Se ele quiser ir embora, aí é outra conversa. Se quiser fazer um espaço de três meses, ele pode fazer. É nosso treinador. Porém, se quiser sair, vai ter que sinalizar”, disse em entrevista coletiva.

Apesar da derrota, o mandatário aprovou o que viu em campo. “Eu gostei, realmente o São Paulo jogou melhor hoje. Jogou igual ao San Lorenzo no primeiro tempo e melhor na segunda etapa. Houve um lance de felicidade do atacante uruguaio (Cauteruccio) e saiu o gol. Ainda continuamos no segundo lugar e agora temos de nos preocupar em ganhar do Danubio em Montevidéu”.

O São Paulo volta a jogar pela Libertadores, no dia 15 de abril, contra o Danubio.