logo
Esporte
Esporte 01/04/2015

Por vaga no mata-mata da Libertadores, São Paulo pega San Lorenzo

Jogo é decisivo para técnico Muricy Ramalho  | Maurício Rummens/Fotoarena/Folhapress

Jogo é decisivo para técnico Muricy Ramalho | Maurício Rummens/Fotoarena/Folhapress

A partida contra o San Lorenzo (ARG), às 19h45 desta quarta-feira em Buenos Aires, na Argentina, será decisiva para as pretensões do São Paulo na Taça Libertadores. Uma vitória diante dos argentinos deixará o Tricolor em situação confortável no Grupo 2 do torneio. O time é o vice-líder, com 6 pontos, 3 a mais do que o San Lorenzo e 3 a menos do que o líder Corinthians.

Para isso, o técnico Muricy Ramalho mexeu na equipe. O meia Paulo Henrique Ganso, em má fase, foi barrado. Boschilia será o substituto. “Encaro o jogo como um desafio muito grande, mas estou pronto”, disse o camisa 8, de 19 anos.

“É mata-mata pela segunda vaga. Em caso de vitória, ficamos perto da classificação. Em caso de derrota, a situação ficará apertada para os dois”, completou o goleiro e capitão Rogério Ceni.

Questionado sobre a viagem, o goleiro Rogério Ceni afirmou que o trajeto entre São Paulo e Buenos Aires foi feito com tranquilidade. A capital argentina enfrentou nesta terça greve nos transportes e teve diversos voos adiados – leia mais na página 10.

“Por tudo que falavam, existia até o risco de não embarcarmos. Espero que a gente possa ter em campo a tranquilidade que foi a viagem”, disse o capitão tricolor.