Esporte

Corinthians enfrenta o San Lorenzo em jogo sem torcida

O Corinthians vai enfrentar nesta quarta-feira, às 22h, o San Lorenzo (ARG), em Buenos Aires, em meio ao silêncio. Ou quase isso. O duelo contra o atual campeão da Taça Libertadores, que pode garantir ao alvinegro a liderança do Grupo 2, ocorrerá com portões fechados no estádio El Nuevo Gasómetro.

O motivo é uma punição dada pela Conmebol ao clube argentino. Em jogo contra o River Plate no dia 11 de fevereiro, pela Recopa Sul-Americana, um dos auxiliares de arbitragem foi atingido por uma garrafa lançada por torcedores do San Lorenzo. A pena foi imposta pela Conmebol no dia 12 de fevereiro.

O Corinthians foi a última equipe a ser proibida de contar com torcedores em seu estádio. Em fevereiro de 2013, o Timão teve de  enfrentar o Millonarios (COL) sem torcida no Pacaembu por conta de um sinalizador disparado na torcida do San José (COL) em duelo na cidade de Oruro, ambos pela fase de grupos da Libertadores. O adolescente Kevin Beltrán Espada, à época com 14 anos, foi atingido pelo artefato e morreu.

Para o técnico Tite, jogar com portões fechados alterará a dinâmica do jogo.

“Atenção, sim, porque é fora do padrão normal. Aquele clima, o grito, se perde um pouco. Mentalmente forte é o atleta que tem capacidade de tirar tudo o que está fora, imprensa, torcida, arbitragem. Quando está voltado para o jogo, está mais perto de ter bom desempenho”, disse.

Para o duelo dos invictos no Grupo 2, o treinador alvinegro não poderá contar com Paolo Guerrero e Emerson Sheik para compor a linha de frente.

O peruano cumpre suspensão por causa do cartão vermelho recebido contra o Once Caldas (COL), no primeiro confronto da primeira fase do torneio.

Emerson, por sua vez, está de fora por dois motivos: inflamação no joelho direito e indisciplina. O camisa 11 teria sido barrado por causa dos repetidos atrasados para chegar aos treinos. Membros da comissão técnica chegaram a dizer que o atleta “escolhe qual partida quer jogar”. Oficialmente, o clube nega que Sheik não estará em campo por questões disciplinares.

Captura de Tela 2015-03-03 às 18.26.50

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos