Entretenimento

‘Thor: Amor e Trovão’ é fiel às HQs da Marvel? Te contamos!

O novo filme contou a história fielmente à HQ, mas há diferenças.

O novo filme também foi fiel aos quadrinhos em termos da reação de Thor ao ver seu grande amor usando sua antiga arma.

Todo mundo sabe que os filmes da Marvel são baseados nos quadrinhos da empresa, embora muitas vezes tenham que mudar algumas partes da história para incorporar anos de publicações em um único filme. Esse foi o caso de ‘Thor: Amor e Trovão’ também, mas não se preocupe!

Aqui no Metro World News vamos te contar todas as diferenças, para você não se perder no mundo dos super-heróis.

Gorr, o carniceiro dos deuses

Tanto no filme quanto nos quadrinhos, Gorr era um homem devoto que, depois de ser enganado pelos deuses, pega uma arma cósmica, a Necrosword, e se propõe a assassinar todas as divindades. No entanto, existem diferenças.

Na história original, por exemplo, Gorr enfrenta Thor em três fases de sua vida: quando criança, como adulto e, finalmente, como um velho rei.

Em ‘Thor: Amor e Trovão’, vemos apenas a segunda dessas batalhas. Gorr continuará a influenciar a vida do deus do trovão após sua derrota, já que Thor se preocupará em ser uma divindade que não merece ser morta, segundo a Entertainment Weekly, que entrevistou Jason Aaron, o criador dessa história em quadrinhos.

Jane Foster: a Poderosa Thor

Nos quadrinhos de Thor, como nos filmes, a Dra. Jane Foster apareceu no início, mas, assim como a história de Aaron, em ‘Thor: Amor e Trovão’ a vemos no centro da ação, empunhando o a Mjolnir.

O novo filme também foi fiel aos quadrinhos em termos da reação de Thor ao ver seu grande amor usando sua antiga arma. A confusão que o deus do trovão mostrou com o que aconteceu e seu aparente aborrecimento por Mjolnir ter mudado de mãos estão presentes em ambas as histórias.

Embora haja uma grande diferença: Odin. O personagem está morto no folclore do filme, mas não estava nos quadrinhos, onde também é visto confuso com o que aconteceu com o martelo de seu filho.

Sem cura para o câncer

Um ponto que permaneceu o mesmo entre as duas histórias é a doença de Foster. No filme ficamos sabendo que a cientista tem câncer avançado e está em tratamento para combatê-lo. É nesse momento que ela pega o Mjolnir e se torna a Poderosa Thor.

Embora ela ache que o martelo poderia ajudá-la, é exatamente o oposto que acontece: os poderes de cura da arma removem todos os venenos de seu corpo, incluindo drogas quimioterápicas, então cada vez que ela o usa, ela acaba mais fraca.

“Eu sabia que uma vez que tivéssemos câncer na história, não poderíamos simplesmente consertá-lo magicamente”, disse Aaron.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos