Entretenimento

Tiago Leifert detona Lula e Bolsonaro e diz que Huck seria melhor opção para o País

Jornalista participou do podcast ‘Cara a Tapa’ e foi alvo de críticas nas redes sociais

Tiago Leifert vira alvo de críticas após participação em podcast

O jornalista Tiago Leifert causou polêmica ao comentar o cenário político brasileiro durante participação no podcast “Cara a Tapa”, do jornalista Rica Perrone. Ele detonou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e disse que votaria no apresentador Luciano Huck.

“Bolsonaro foi muito mal e Lula não dá. Fez um bom governo em 2002, entendo a figura que ele é, a importância que ele tem, mas não consigo fazer o malabarismo mental de tudo o que aconteceu”, disse Leifer na última quinta-feira (2).

Perrone questionou o convidado se, ao ter uma arma apontada contra a cabeça, e a opção de votar em Lula ou Bolsonaro, o que ele faria. O ex-global respondeu que preferia ser atingido por um disparo. “Pode atirar. Não dá nenhum dos dois”, afirmou.

Sobre Huck, o jornalista disse que apostaria no colega por conhecer seu caráter. “Eu votaria no Huck para presidente porque sei da índole dele, sei do que ele é capaz pra fazer. Eu conheço ele, eu confio 100% nele e sei que se ele topasse ser presidente da república, com o dinheiro que ele tem é porque ele quer ajudar.”

Leifert classificou ainda o apresentador do “Domingão” como “uma pessoa nota 10, um gênio”.

Repercussão negativa nas redes sociais

No Twitter, o posicionamento de Tiago Leifert gerou comentários e críticas. Veja abaixo algumas das menções a ele após a participação no podcast:

Treta com Ícaro Silva

No começo do ano, Tiago Leifert esteve no centro de outra polêmica, desta vez envolvendo o ator Ícaro Silva.

Os famosos tiveram uma discussão em que Silva afirmou que nunca entraria no “BBB” e chamou o programa de “entretenimento medíocre”. Já Leifert rebateu e, logo em seguida, o ator fez uma carta aberta e mencionou um problema pessoal de Leifert.

“Soube que você está lidando com questões pessoais. Acho que seria prudente focar aí a interrupção do seu sossego”, escreveu ele.

Em resposta, Leifert se mostrou abalado e respondeu, sem citar o motivo real: “Citam, tripudiam, ironizam um problema pelo qual eu estou passando que nem eu estou preparado para falar. Aquilo me deixou transtornado de um jeito que eu achei que não fosse possível”.

As tais “questões pessoais” eram a descoberta de um câncer na filha do jornalista.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos