Entretenimento

Entenda por que o príncipe William não usa aliança

O fato é fruto de um acordo que William fez com Kate Middleton. Entenda!

Kate Middleton e o príncipe William completaram no último mês 11 anos de casamento. Os dois se casaram em 29 de abril de 2011, na Abadia de Westminster, em Londres. Entre as comemorações, sempre há um ou outro recém-fã da realeza que nota o fato de que o príncipe William não usa aliança. Nós te contamos o motivo!

De acordo com um assessor do casal, o príncipe não gosta de jóias e combinou com a esposa de que não iria usar aliança.

“Foi algo que o casal discutiu, mas o Príncipe William não gosta de joias, ele nem usa um anel de sinete, e decidiu que não queria. Realmente é apenas uma questão de preferência pessoal”, disse o assessor à repórter da Cosmopolitan Rebecca English.

Um anel de sinete é uma jóia que remonta os tempos da história antiga e que, frequentemente, eram usadas pelos patriarcas das famílias reais europeias e tinham o brasão da família à qual pertenciam. Era o tipo de jóia que um pai entregaria para o seu filho. Com o tempo, o anel de sinete passou a ser usado para designar um certo poder dentro de uma parte da sociedade.

Esse mesmo assessor também disse que Kate concordou totalmente com a decisão de William e completou: “É muito comum que os homens dessa camada da sociedade não usem uma aliança de casamento tradicional. Se o fazem, tendem a usá-la com o anel de sinete da família, mas William não tem um desses”.

De acordo com a autora do livro ‘Imagining Diana’, a especialista em Família Real Diana Clehane, William e Kate se mostram como membros de uma realeza moderna e a escolha do casal em adaptar certas regras é totalmente normal e admitida dentro da realeza.

“William e Kate nos mostraram que são membros da realeza moderna e confiam no amor um do outro. Kate omitiu a palavra ‘obedecer’ em seus votos de casamento, e William optou por não usar um anel, o que os torna como muitos casais da geração millenial, com a intenção de fazer as coisas do jeito deles”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos