Entretenimento

Sem esquecer de Joventino, Irandhir Santos festeja volta ao remake de ‘Pantanal’

No remake escrito por Bruno Luperi, o veterano interpreta dois personagens da mesma família

Depois dar vida ao peão Joventino, na primeira fase de “Pantanal”, Irandhir Santos está de volta ao remake da história criada por Benedito Ruy Barbosa com um personagem que vai namorar três mulheres da trama e deixará Tadeu (José Loreto) e Jove (Jesuíta Barbosa) com muito ciúmes.

Na segunda fase da novela das 21 horas, Irandhir interpreta José Lucas de Nada, primogênito de José Leôncio (Marcos Palmeira). A primeira cena do ator como neto do Velho do Rio (Osmar Prado) vai ao ar neste sábado (14), quando o caminhoneiro será roubado na estrada.

Na cena de “Pantanal”, ladrões levam a carga do caminhão de José Lucas. Sem seguro, ele está determinado a recuperar seu caminhão, custe o que custar, mas no meio do caminho ele encontrará, pela primeira vez, José Leôncio, seu pai biológico.

Mas, mesmo vivendo o filho de José Leôncio (Marcos Palmeira), Irandhir Santos continua sendo lembrado por ter vivido o velho Joventino, que desaparece no início do remake de “Pantanal” e torna-se o Velho do Rio.

Ao voltar ao set, o veterano fala com carinho do personagem: “Joventino é um daqueles personagens únicos. É o fundador de toda a história Ele é convocado pela natureza para ser um grande defensor dela e o curioso é que nesse pequeno trajeto que fiz no início da novela, antes de jogar a bola para o grande Osmar Prado, percebi que esse convite é realizado no tranco”.

A volta de Irandhir ao remake da novela também marca novas histórias que envolvem pai e filho, algo marcante para o ator, que afirma que “Pantanal” apresenta a relação humanizada da família Leôncio.

LEIA TAMBÉM: Jojo Todynho sofre ataque gordofóbico e afirma: ‘Sou muito feliz comigo mesma’

“Na primeira fase, Joventino tinha suas relações com o trabalho, adorava ser peão, sabia o que fazia e era um dos grandes. E essa parte humanizada veio através da relação com o filho e, ao mesmo tempo, que ele era um pai que exigia que o filho se tornasse um bom peão, era um pai extremamente amoroso, carinhoso. Esse equilíbrio trouxe um brilho para esse personagem”, conta o ator.

LEIA TAMBÉM: ‘Pantanal’: Jove não sabe guardar segredo e espalha quem é o Velho do Rio

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos