Entretenimento

Agitação na Chapada dos Veadeiros: Paulada e drogas entram para o repertório de polêmicas de Dado Dolabella

Após se mudar para viver na natureza, Dado Dolabella foi perseguido pelas polêmicas que o envolve.

Dado Dolabella decidiu que sairia da cidade grande e se mudaria para um ambiente mais próximo à natureza. Desde então, o cantor e ator decidiu se mudar para viver perto das cachoeiras em Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Contudo, mesmo em busca da paz, a vida do artista é mais agitada do que parece.

Veja mais: Sindicato deseja barrar escalação de Jade Picon em novela: “Sem registro, não trabalha”

No dia 21 de março deste ano, o artista foi abordado e detido pela Polícia Militar de São João D’Aliança, em Alto do Paraíso, na Chapada dos Veadeiros (GO). O motivo de sua abordagem estava no porte ilegal de drogas por parte do ator. As informações são do portal Metrópoles, extraídas da coluna Na Mira.

As polêmicas durante sua nova fase em Goiás

A PM abordou Dado Dolabella quando o artista circulava pelas ruas da cidade turística onde se mudou no início do ano. O artista carregava 12 gramas de maconha. Após ser detido, Dado teve que assinar um Termo Circunstanciado – quando o crime é de menor potencial ofensivo.

Após ser intimidado a comparecer em audiência pela Justiça, Dolabella foi liberado. A maconha portada por ele foi encaminhada para perícia à Polícia Civil Goiana.

De acordo com a coluna, Dado teria se envolvido em outras confusões depois de sua mudança e acabou parando na delegacia. No dia 4 de abril, o artista registrou ocorrência após sofrer ataque em uma praça da cidade. O boletim aponta que o ator recebeu pauladas nas costas, mas não conseguiu identificar o autor da agressão.

A vida na Chapada dos Veadeiros

Apesar de ter se mudado para a terra goiana este ano, Dado visitou Alto do Paraíso em dezembro de 2021 para um workshop de imersão tantra. Desde então o artista se apaixonou pelo local e decidiu que seria seu destino para viver.

“Na cidade grande, jamais tive o privilégio de o meu relógio biológico estar 100% sincronizado com o da natureza. Acordar com o show das araras, dos periquitos, dos passarinhos, dos tucanos, fluindo ao som das águas, às 5h30, para contemplar toda beleza e o esplendor que é o nascer de um novo dia. Poder beber a água que sai de qualquer torneira, sem medo, ciente de que estou me nutrindo de pura vida, sem flúor, cloro, alumínio e vários outros metais pesados. Todo dia. Não tem preço”, escreveu em seu Instagram.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos