Entretenimento

Um ano após a morte, irmã de Paulo Gustavo diz que gêmeos afirmam ver o pai: ‘Veio visitar’

Humorista morreu no dia 4 de maio do ano passado vítima da covid-19

Juliana Amaral, irmã do ator Paulo Gustavo, que morreu há um ano vítima da covid-19, disse que os filhos do humorista, os gêmeos Romeu e Gael, costumam dizer que o pai vem visitá-los. Em entrevista ao jornal “O Globo”, a produtora de 41 anos falou pela primeira vez sobre a morte do irmão.

“Às vezes, os dois dizem que o ‘papai Paulo veio visitar’, e aí, já viu, meu olho enche de lágrimas. Mas eu disfarço pra eles não me verem chorar. Outro dia, Gael disse ao apontar para o céu: ‘Olha lá a luz do papai Paulo’. Romeu também já falou, quando acordou chorando: ‘O papai Paulo não virou estrelinha, ele estava aqui agora brincando comigo!’”, relatou.

Paulo Gustavo morreu no dia 4 de maio do ano passado. Após se infectar com a covid-19, no início de março, ele precisou ficar internado no Hospital CopaStar, no Rio de Janeiro, mas não resistiu. Na época, ainda não havia vacinas disponíveis para a faixa etária do ator no Brasil.

Juliana diz que ainda sente muita dificuldades em falar sobre a perda do irmão, por quem se diz “apaixonada”, e falou que se apega aos sobrinhos, de 2 anos e 8 meses, para seguir em frente. “A nossa fé é que nos faz levantar da cama todos os dias”, destacou ela.

A produtora falou também falou da relação com a mãe Déa Lúcia, de 74 anos, que foi a inspiração de Paulo Gustavo para a famosa personagem Dona Hermínia.

“Vivemos juntas, ela cuida de mim, e eu cuido dela. Há dias em que a gente está no rir; em outros, no chorar. A nossa fé é que nos faz levantar da cama todos os dias. Mas o entendimento e a aceitação (da morte) ainda pretendo alcançar na doutrina espírita”, afirmou.

LEIA TAMBÉM:

Anitta diz que ‘passou horas’ conversando com Leonardo DiCaprio sobre eleições no Brasil

Premonição sobre a covid-19

O médico Thales Bretas, viúvo de Paulo Gustavo, falou que o ator parecia ter uma “premonição” a respeito da covid-19. Em entrevista ao “Mais Você”, da TV Globo, ele relembrou que o humorista sempre falava sobre o medo que tinha de se contaminar com o coronavírus.

“Toda semana a gente testava, ele ficou positivo, ficamos muito tensos. Ele falava que não podia pegar de jeito nenhum. Parecia que o Paulo tinha uma premonição”, contou Thales à Ana Maria Braga.

O médico também contou que os gêmeos Gael e Romeu não entendem muito bem a morte do pai, mas claramente sentem saudades dele. Ele faz questão de mostrar fotos e vídeos de do humorista para os filhos e que percebe que Romeu se mostra incomodado.

“O Romeu era muito apegado no Paulo. O Paulo passava, Romeu começava a chorar querendo ir pro colo dele. Sinto que quando eu comento do papai Paulo e falo que agora ele tá no céu e é uma estrelinha olhando pra gente, ele muda de assunto, sai de perto, sinto que ele se incomoda de alguma forma”, contou.

“Mas eu tento manter vivo e acho que um dia eles vão entender que o pai sempre foi uma estrela e agora está no céu, brilhando, por eles e pela gente”, concluiu Thales.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos