Entretenimento

Covid-19: Houve “vários casos entre os funcionários” da Rainha, revela fonte

Com Covid-19, Rainha Elizabeth II se mantém em isolamento e pretende cancelar apenas um de seus compromissos de trabalho.

A Rainha Elizabeth II, diagnosticada com Covid-19, deverá permanecer em isolamento nos próximos dias, porém em rotina de trabalho normal. Assim, confirmou uma fonte ao jornal britânico The Sun, que informou que a monarca está realizando “tarefas leves” e pretende continuar a trabalhar “trabalhar em casa”.

No domingo, 20, o Palácio de Buckingham confirmou que a monarca do Reino Unido testou positivo para a Covid-19 e reiterou que ela sentia, até o momento, “sintomas leves de resfriado”. As tarefas leves da Rainha incluem a leitura de documentos de ministros do governo do Reino Unido e de representantes da Commonwealth enviados a ela todos os dias, aprovando e assinando-os quando necessário.

Apenas algumas horas depois do anúncio, a Rainha assinou uma declaração saudando os medalhistas olímpicos do Reino Unido nos Jogos Olímpicos de Inverno 2022.

De acordo com o The Sun, uma fonte próxima ao Palácio de Buckingham disse que “existem procedimentos em vigor, mas houve uma onda em Windsor com vários casos entre os funcionários domésticos”.

“O clima no Castelo de Windsor é de cautela e não é motivo de alarme”, disse a correspondente da BBC para a realeza Daniela Relph, que acrescentou que há uma sensação de que será “o mais normal possível para a Rainha”.

Leia mais: Qual a diferença entre Rainha e Rainha Consorte e como Camilla poderia subir ao trono?

Porém, os sintomas leves não farão a equipe média descuidar da saúde da monarca de 95 anos. Ainda de acordo com Daniela Relph, os cuidados devem ser redobrados já que a Rainha perdeu peso nos últimos meses e está “consideravelmente mais frágil do que no ano passado”.

Mas a equipe médica da rainha provavelmente ficará de olho nela, especialmente porque ela está consideravelmente mais magra e frágil do que no ano passado, acrescentou Daniela Relph.

No dia 10 de fevereiro, o príncipe Charles testou positivo para a Covid-19 e, no dia 15 de fevereiro, sua esposa Camilla também positivou para o vírus. O príncipe Charles teria se encontrado dois dias antes com a Rainha antes de seu diagnóstico positivo. Tanto Camilla quanto Charles permanecem em isolamento.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos