Entretenimento

Jornalista Cristiana Lôbo, da Globo, morre em São Paulo

A jornalista política morreu em decorrência de um mieloma múltiplo, que foi agravado por uma pneumonia

Cristiana Lôbo, jornalista da Globo e da GloboNews, morreu na manhã desta quinta-feira (11), em decorrência de um mieloma múltiplo, do qual se tratava havia alguns anos, agravado por uma pneumonia.

Aos 63 anos, a jornalista estava internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ela deixa marido, Miguel, dois filhos, Gustavo e Bárbara, e dois netos, Antônio e Miguel.

Em março de 1997, Cristiana Lôbo estreou na televisão. Além de participar de diversos programas e jornais da GloboNews, ela comandou também o programa “Fatos e Versões”. Além das análises políticas, Cristiana Lôbo também se destacou em coberturas especiais, como a da eleição e posse da presidente Dilma Rousseff, em 2010 e 2011.

Com mais de 30 anos de carreira, Cristiana começou a carreira cobrindo a política do estado de Goiás, até se mudar para Brasília. Ela também foi contratada pelo jornal “O Globo”, onde foi setorista do Ministério da Saúde. Ainda no “Globo”, trabalhou na coluna Panorama Político.

A notícia foi dada por Leilane, durante o jornal “Conexão”, na GloboNews. “Morreu, em São Paulo, a nossa querida colega, amiga, a comentarista de política da GloboNews, Cristiana Lôbo. A causa da morte foi um mieloma múltiplo. Cristiana vinha tratando há um tempo. Neste fim de semana ela foi internada, com pneumonia, no Albert Einstein e acabou não resistindo”, falou a amiga, que estava visivelmente abalada com a notícia.

LEIA TAMBÉM:

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos