Entretenimento

Conheça a carreira de Cristiana Lôbo, jornalista que falou de política no impresso e na TV

Cristiana Lôbo morreu na manhã desta quinta-feira (11), em decorrência de um mieloma múltiplo

A morte de Cristiana Lôbo, jornalista da Globo e da GloboNews, comoveu profissionais, celebridades e políticos de todo o Brasil, fazendo com que o nome da profissional fosse um dos mais procurados nos sites de busca.

Com mais de 30 anos de carreira, a jornalista política tornou-se um dos principais nomes da emissora carioca em Brasília. Mas, tudo começou após ser graduada em Comunicação Social , na Universidade Federal de Goiás (UFG).

Cristiana começou a carreira na “Folha de Goiás”. Em 1978, foi contratada como estagiária para a editoria de política, mas acabou chamando a atenção do jornal “O Globo” e mudou-se para a capital federal, onde ficou mais próxima da realidade política do país.

No “O Globo”, em 1986, a jornalista trabalhou na coluna Panorama Político e, um tempo depois, começou a produzir textos para o jornal “O Estado de São Paulo”, onde passou a assinar uma coluna com o seu nome.

Sempre falando sobre política, a transição do jornal impresso para a televisão aconteceu no ano de 1998, quando Cristiana Lôbo foi contratada para trabalhar no canal a cabo GloboNews, onde cobriu diversas eleições e, também, conduziu programas e debates especiais.

LEIA TAMBÉM:

No canal fechado da Globo, a jornalista também apresentou o programa “Fatos e Versões” e foi comentarista do “Jornal das Dez”. Já na televisão aberta, ela foi comentarista do “Hora Um” e também ganhou destaque no programa de Jô Soares, na Globo, onde ela fazia parte do quadro Meninas do Jô.

Em 2020, Cristiana se distanciou da televisão para cuidar da saúde. Cristiana Lôbo morreu após não resistir à complicações de um mieloma múltiplo, câncer que ataca a medula óssea. Ela estava internada no hospital israelita Albert Einstein, em São Paulo, após o diagnóstico de uma pneumonia.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos