Entretenimento

“Kate não tinha energia para se relacionar”, revela biógrafo real sobre a amizade entre as cunhadas

Andrew Morton, jornalista e biógrafo da realeza, contou que Kate e Meghan não tiveram oportunidades para “criar laços afetivos”.

A biografia não-autorizada ‘Meghan: A Hollywood Princess’, escrita pelo jornalista e biógrafo da realeza Andrew Morton revelou outro detalhe importante sobre a amizade entre Meghan Markle e Kate Middleton. Ou melhor, sobre a falta de interação entre as duquesas. Para ele, as duas não tiveram ocasiões suficientes para desenvolverem um relacionamento.

“Kate e Meghan não eram irmãs nem, ao contrário de Fergie e Diana, amigas antes de entrarem para a Família Real. Além disso, durante a preparação para o casamento de Meghan, Kate estava passando por sua terceira gravidez difícil e estava focada em seu próprio bem-estar. Ela não tinha muita energia para se relacionar com sua nova vizinha. Quando elas se sentaram juntas no camarote real para assistir à uma final em Wimbledon, em julho de 2018, as duas mulheres ainda estavam começando a se conhecer”, disse Andrew Morton.

Andrew Morton é autor do livro best-seller ‘Diana: Sua história por suas próprias palavras’, que é reconhecidamente uma biografia da princesa Diana que foi guiada por ela mesma.

Leia mais sobre a Família Real britânica

Para ele, as duas duquesas nunca tiveram tempo e nem oportunidades para “criar laços afetivos”: “Era uma questão prática, mais do que qualquer outra coisa. Kate passava fins de semana e feriados em Anmer Hall, a casa de campo dos Cambridges em Norfolk, enquanto Meghan e Harry estavam a aproximadamente a três horas de carro, morando em uma grande e remota propriedade alugada na propriedade Great Tew em Oxfordshire. O sonho de Harry de duas famílias felizes unidas parecia muito distante”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos