Entretenimento

Sergio Marone critica Mário Frias: ‘Isso deixa um monte de ex colegas seus passando fome’

Irritado, o ator e apresentador do SBT afirmou que o atual secretário especial de Cultura do Governo Federal só entrou na TV por causa dos olhos azuis

O ator e apresentador do “Mestres da Sabotagem”, no SBT, Sergio Marone usou suas redes sociais para se posicionar contra o ator Mário Frias, que atualmente ocupa o cargo de secretário especial de Cultura do Governo Federal.  

Em seu perfil oficial no Twitter,  Marone criticou um posicionamento de Mário, que é aliado de Bolsonaro, e foi  contra o projeto de lei “Paulo Gustavo”, que pretende dar apoio financeiro ao setor cultural de estados e municípios. 

“Isso, deixa um monte de ex colegas seus passando fome. Entendo seu amargor por não ter seguido na carreira artística, mas entenda. Não fosse seus olhos azuis, jamais teria uma oportunidade na TV”, declarou o apresentador do SBT, no Twitter.

Caso o projeto de lei “Paulo Gustavo” saia do papel, ele poderá  destinar cerca de R$ 3,8 bilhões para o incentivo à cultura, como forma de amenizar os prejuízos trazidos pela pandemia ao setor.

LEIA MAIS:

  1. Mãe de Alexandre Borges morre aos 83 anos, após homenagem no ‘The Masked Singer’
  2. Veja como será a nova fase de ‘Nos Tempos do Imperador’
  3. Oscar Filho reestreia o stand up ‘Alto-Biografia’: ‘Essa volta é mais impactante’
  4. Cantor Biel é expulso de restaurante de luxo após ficar de regata

O posicionamento de Sergio Marone surgiu depois que o secretário especial de cultura recorreu às redes sociais para se posicionar contra o projeto de lei”Paulo Gustavo”. “Hoje, será votado no senado o projeto de lei ‘Paulo Gustavo’. Um absurdo que transformará o governo federal num caixa eletrônico de saque compulsório. Essa lei destinará anualmente 4 bilhões de reais para estados decidirem o destino desse recurso. Sou radicalmente contra!”, relatou  Mário Frias.

Horas após a publicação, a Lei Paulo Gustavo foi retirada de pauta na sessão deliberativa que aconteceu no Senado Federal, o que levou o ex-Malhação a comemorar. “Quero agradecer o Senador Fernando Bezerra, Líder do Governo no Senado, por ter retirado de pauta o Projeto de Lei ‘Paulo Gustavo’. Este projeto é completamente absurdo!”, escreveu o famoso.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos