logo
Entretenimento
/ Bruno Poletti/Folhapress / Bruno Poletti/Folhapress
Entretenimento 07/09/2021

Casagrande culpa o governo por polêmica em Brasil x Argentina

“Isso é reflexo do péssimo combate à pandemia que teve o Governo Federal e o Ministério da Saúde”, dispara o comentarista

Nesta segunda-feira (06), o jornalista Walter Casagrande esteve no “Globo Esporte São Paulo” e desabafou sobre a polêmica entre Brasil x Argentina, que teve a partida cancelada pela Anvisa. 

No programa da Globo, o comentarista disse: “Tudo está errado. Modificaram formulários e ninguém percebeu isso? Eram jogadores de futebol, não pessoas anônimas. Por que a Anvisa não invadiu o treino da Argentina, no sábado?”.

O comentário de Casagrande refere-se aos jogadores Emiliano Martinez, Emiliano Buendia, Giovani Lo Celso e Cristian Romero, que são acusados de terem mentido para a fiscalização brasileira. Ele continuou: “Isso é reflexo do péssimo combate à pandemia que teve o Governo Federal e o Ministério da Saúde”.

Anvisa suspendeu jogo entre Brasil e Argentina
Amanda Perobelli/Reuters

Casagrande completou: “Se esses quatro jogadores fossem pessoas anônimas, onde eles estariam hoje, com esse calor? Nas lindas praias do Brasil, tomando uma caipirinha, uma cerveja, comendo um camarão e à noite vai pra balada. E ninguém ia falar nada. É uma vergonha mundial, igual o Galvão falou, mas em todos os seguimentos da sociedade”.

LEIA MAIS:

Durante a partida, que estava marcada para domingo (05), funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) entraram no campo da Neo Química Arena, em São Paulo, para retirar os quatro jogadores que descumpriram a quarentena contra a disseminação do coronavírus.

Bruno Poletti/Folhapress

A partida entre Brasil e Argentina havia começado há poucos minutos. Diante da decisão da Anvisa de retirar os quatro jogadores, a seleção argentina desistiu de disputar o jogo. Em seguida, os argentinos deixaram o Brasil.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) suspendeu o jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo, organizadas pela Fifa. Os atletas foram notificados a deixar o Brasil.