logo
Entretenimento
Foto: Reprodução / Foto: Reprodução /
Entretenimento 05/09/2021

O que Candyman e Bloody Mary têm em comum?

Duas entidades, duas lendas urbanas, invocações semelhantes, etc. Quanto uma lenda se inspira na outra? Será que as semelhanças são meras coincidências?

Duas lendas urbanas, duas entidades que aparecem através de um espelho, invocações semelhantes, etc. O que realmente Candyman tem a ver com Bloody Mary?

Diz a lenda que se dissermos cinco vezes “Candyman” na frente de um espelho, a entidade ganha vida e chega para matar quem a invocou. A lenda urbana que ganhou uma nova versão no filme da diretora Ni DaCosta e que estreou no final de semana passado, já é considerado um sucesso de bilheteria em todo o mundo. Somente nos Estados Unidos e Canadá, ‘A Lenda de Candyman’ arrecadou mais de 22 milhões de dólares em bilheteria em seu final de semana de estreia nos cinemas.

O novo longa apresenta uma versão atualizada do original de 1992. O fato é que a lenda de Candyman despertou a curiosidade de muitos e não só de quem é mais novo e está tendo o primeiro contato com a entidade do cinema de horror agora. 

Leia mais sobre filmes e séries:

Bloody Mary (ou Maria Sangrenta, ou também chamada de Loira do Banheiro)

​Os detalhes envolvidos na evocação da Maria Sangrenta variaram muito ao longo dos anos e dependendo do local onde esta lenda urbana é contada. Mas a essência é a seguinte: repita o nome na frente de um espelho em uma sala escura ou iluminada por velas, e o fantasma aparecerá. Originalmente, a tradição era que você veria o rosto de seu futuro marido ou, se você está destinado a morrer antes de se casar, o rosto com caveira.

Às vezes, Bloody Mary tinha fama de ser amigável; às vezes, nem tanto. Quantas vezes o nome deve ser dito está em debate.

Em ‘Lenda Urbana’ (1998) e na sequência de 2001, a Bloody Mary foi retratada como uma entidade que vai atrás não apenas da pessoa que a convocou, mas de qualquer pessoa nas proximidades.