Entretenimento

Globo deve encerrar as gravações de ‘Nos Tempos do Imperador’ em breve

Lançada com boa parte da produção concluída, as filmagens da novela em estúdio devem acabar nos próximos meses

A estreia da novela “Nos Tempos do Imperador” nem esfriou e a Globo já planeja encerrar as gravações da trama inédita, escrita por Alessandro Marson e Thereza Falcão. Ao que parece, a previsão para finalizar os trabalhos em estúdio está para o final de outubro.

Mas os fãs da novela de época podem ficar tranquilos, pois o principal motivo para encerrar as filmagens é que tudo está acelerado, ou seja, a maioria dos capítulos já está sendo editado. 

A rapidez em produzir a novela “Nos Tempos do Imperador” tem relação direta com a pandemia, que fez com que a trama, que era para estrear em março de 2020, só fosse ao ar em 2021, um ano depois do previsto pela Globo.  Dentro da emissora, há quem diga que na verdade o encerramento das gravações para outubro é um atraso e não um adiantamento, já que a ideia era entregar a história de Dom Pedro II completamente gravada.  

LEIA MAIS:

  1. Gafe de Taís Araújo e Sidney Magal de dogão chamam a atenção na estreia do ‘The Masked Singer Brasil’
  2. Berinjela e empadinha crua eliminam Tiago da 8ª temporada do ‘MasterChef Brasil’
  3. Netflix bate o martelo e define quem será Mortícia e Gomez em série da família Addams de Tim Burton
  4. The Good Doctor: mais quantas temporadas o drama médico terá no futuro?

“É uma sequência de ‘Novo Mundo’, porque seguimos acompanhando a saga da família imperial. Em ‘Novo Mundo’ contamos a história de Dom Pedro I e da Imperatriz Leopoldina. ‘Nos Tempos do Imperador’, continuamos conhecendo a história do filho deles, Dom Pedro II. Mas ao mesmo tempo em que é uma continuação, é também uma novela bastante diferente”, disse o  autor Alessandro Marson. 

Outra novidade é que os autores Alessandro Marson e Thereza Falcão podem escrever uma continuação da história. Mas tudo depende da audiência e dos planos da Globo.  Caso aconteça, a história da família real brasileira será transformada em uma trilogia, que começou com a novela “Novo Mundo” (Globo), em 2017.  

“Vou falar a verdade, nossa ideia sempre foi escrever uma trilogia, que seria a história de Dom Pedro I, Dom Pedro II e da princesa Isabel. A segunda parte nem foi uma novela que a gente teve de batalhar para ser aprovada, foi uma encomenda da empresa porque Novo Mundo fez sucesso”, contou Alessandro.

A gente trouxe de volta a história do diário, que estava muito presente com a Ana em Novo Mundo e que agora, vai voltar com o Pedro”, contou Thereza, falando sobre a ligação entre as produções históricas.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos